Início Destaque Jogadoras do Bahia são vítimas de racismo durante transmissão de jogo

Jogadoras do Bahia são vítimas de racismo durante transmissão de jogo

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

A transmissão do empate em 2 a 2 entre Bahia e Napoli, pelo Campeonato Brasileiro feminino, foi marcada por um comentário racista na transmissão do MyCujoo e CBF TV. No primeiro tempo, o comentarista Edson Florão destacou os “cabelos exóticos” das jogadoras do time visitante e fez uma comparação das atletas com a cantora Margareth Menezes.

Minutos depois, o narrador Paulo Cezar Ferrarin defendeu o comentário do colega após questionamento de um espectador. Segundo o narrador, é muito “mimimi”. Os dois foram afastados das transmissões do Brasileirão feminino.

“Acaba tendo que rifar a bola, facilitando especialmente o sistema defensivo da equipe do Bahia, que está aí com a sua vantagem de estatura, com esses cabelos exóticos, pelo menos uma meia dúzia. A Aline tem o cabelo mais exótico me parece dessa equipe do Bahia”, falou Florão. As atletas em questão são negras.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Verdade. Eu estava até brincando com esses cabelos, parecia a Margareth Menezes. (…) Grande abraço aqui para o Paulo (o espectador que reclamou). Oh, Paulo, que isso. A gente falou inclusive, estamos aqui com o pessoal do Bahia, das aparências. Se o Paulo achar que é um comentário xenofóbico comparar as artistas, que são maravilhosas, que a gente falou da Margareth Menezes, poderíamos citar alguém… a Daniela Mercury, outros tantos”, disse Ferrarin.

Em suas redes sociais, a CBF lamentou o episódio e pediu que os profissionais fossem afastados

Também nas redes sociais, o MyCujoo afirmou que “quaisquer comentários sobre características físicas das jogadoras são, de fato, inaceitáveis” e confirmou o afastamento dos profissionais.

Com informações do Aratu ON