Início Destaque Instagram apresenta instabilidade para alguns usuários no Brasil

Instagram apresenta instabilidade para alguns usuários no Brasil

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
‘Esta página não está disponível’: aviso do Instagram em instabilidade nesta quarta-feira (3) — Foto: Reprodução

O Instagram apresenta instabilidade para alguns usuários no Brasil nesta quarta-feira (3). Para algumas pessoas, a versão web da rede social indica que a página não está disponível.

“O link em que você clicou pode não estar funcionando, ou a página pode ter sido removida”, diz o aviso.

No site DownDetector, que monitora instabilidades em redes sociais, o Instagram tinha mais de 1.200 notificações por volta das 15h45 (horário de Brasília). Houve uma queda para cerca de 800 notificações às 16h30.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.
Instagram registrou mais de 1.200 notificações de falha na tarde desta quarta-feira (3) — Foto: Reprodução/DownDetector

Um mês após pane global
A instabilidade acontece cerca de um mês após uma pane global que impediu o acesso por mais de 6 horas a Instagram, WhatsApp e Facebook, todos controlados pela Meta (novo nome do grupo que administra serviços do Facebook).

Na falha registrada em 4 de outubro, a empresa afirmou que um defeito durante alteração em suas configurações afetou usuários em todo o mundo.

De acordo com o Facebook, aquela situação ocorreu durante uma mudança numa estrutura que coordena o tráfego entre seus centros de dados, o que gerou um efeito cascata que interrompeu a comunicação e fez com que outros centros fossem afetados.

O g1 perguntou ao Instagram sobre a falha desta quarta-feira (3), mas não houve retorno até a atualização mais recente.

Com informações do G1