Início Tecnologia Instagram adota fact-checking para reduzir boatos e notícias falsas

Instagram adota fact-checking para reduzir boatos e notícias falsas

O Instagram √© a pr√≥xima rede social a combater not√≠cias falsas, desinforma√ß√£o e boatos prejudiciais √† sociedade. Segundo o site Poynter, a plataforma come√ßa a testar nesta semana um sistema de checagem de fatos que opera em conjunto com o Facebook e tem como objetivo reduzir a visibilidade de publica√ß√Ķes mentirosas.

Tudo funciona de forma simples: o Facebook t√™m v√°rios parceiros ao redor do mundo que s√£o respons√°veis pelo fact-checking, usando ferramentas como reconhecimento de imagem e monitoramento de hashtags. A partir de agora, o Instagram ‚ÄĒ que pertence √† empresa de Mark Zuckerberg ‚ÄĒ tamb√©m ganha o poder de identificar postagens potencialmente falsas e envi√°-las para essas ag√™ncias, que far√£o a interpreta√ß√£o e an√°lise da publica√ß√£o.

O veredito ser√° repassado para a rede social e, caso a publica√ß√£o seja mesmo falsa, ter√° o seu alcance reduzido no feed. Como tudo √© automatizado, replica√ß√Ķes ou c√≥pias do conte√ļdo reprovado tamb√©m ser√£o penalizadas pelo algoritmo. Ainda segundo o Poynter, n√£o √© certo que o m√©todo funcione, j√° que as postagens no Instagram s√£o bem diferentes das do Facebook em formato e conte√ļdo, com menos links e textos.

Combate preventivo

O Instagram também deve tomar medidas educativas contra a desinformação, como pop-ups na tela caso sejam pesquisados temas que envolvam fake news, a exemplo do movimento antivacinação. Vale lembrar que no Brasil o Facebook já possui ferramentas de fact-checking e o YouTube também adota estratégias parecidas. (Por Tecmundo)