Início Destaque Influencer Jesse Koz e seu cão Shurastey morrem em acidente nos EUA

Influencer Jesse Koz e seu cão Shurastey morrem em acidente nos EUA

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O jovem Jesse Koz, de 29, saiu de Balneário Camboriú em 2017 com seu Fusca 1978 e seu golden retriever Shurastey para viajar o mundo. A dupla já havia passado por 16 países e estava nos EUA, a caminho do Alasca. Mas a viagem foi interrompida de forma trágica por um acidente em Selma, Oregon, nessa segunda (23).

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

A colisão contra outro veículo aconteceu na rodovia US 199, próximo à cidade de Selma, Oregon, na manhã desta terça-feira (24). A informação foi divulgada por uma tia de Jesse e confirmada pelo portal de notícias local KDRV.

Segundo o site, Jesse seguia sentido Norte quando desviou de outro carro que havia diminuído a velocidade. Ao voltar para a pista, o Fusca teria perdido o controle e colidido de frente com um Ford/Escape que vinha no sentido oposto. Eileen Huss, de 62 anos, que dirigia o carro, sofreu ferimentos e foi levada ao hospital local. Jesse morreu no local.

O nome do projeto de Jesse Koz era Shurastey or Shuraigow? O nome é uma homenagem a música Should I Stay or Should I Go da banda The Clash. As viagens eram registradas no Instagram, que havia batido a marca de 400 mil inscritos recentemente.

O Fusca era apelidado de Dodongo e era customizado. Na traseira estavam os adesivos com as bandeiras dos países visitados. E no teto uma barraca para o influencer poder dormir onde quisesse.

Veja imagens do acidente que matou o catarinense Jesse e o cão Shurastey nos EUA

Corpos de volta ao Brasil
Amigos de Jesse criaram uma vaquinha online para trazer os corpos do jovem e do cachorro ao Brasil, a campanha pedia R$ 120 mil para custear o translado dos Estados Unidos e atingiu a meta em poucas horas.

A campanha foi criada pelo casal Diego e Roana, que são viajantes de Blumenau, Vale do Itajaí. Eles viajavam com Jesse e o cão Shurastey quando sofreram o acidente.

Ainda não há uma data definida de quando os corpos chegarão ao Brasil, em nota, os amigos e familiares agradeceram o empenho nas doações.

Rumo ao Alaska
Jesse viajava com o cachorro Shurastey em um Fusca. Os dois saíram de Balneário Camboriú e tinham como objetivo chegar ao Alaska. No Instagram, as aventuras e “perrengues” eram compartilhados.