Início Destaque Infectologista da Central Nacional Unimed alerta para o cuidado no uso de...

Infectologista da Central Nacional Unimed alerta para o cuidado no uso de máscaras faciais

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O uso de máscaras é obrigatório no transporte público da capital baiana desde a última quinta-feira, no trânsito e em ambientes de trabalho – para clientes e funcionários. A Prefeitura de Salvador fará uma ampla campanha educativa no trânsito, a fim de conscientizar a população sobre a importância do uso das máscaras, que é recomendado por autoridades em saúde pública e infectologistas.

O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que vai editar um decreto, em conjunto com o prefeito ACM Neto, para obrigar a utilização de máscaras por todas as pessoas que forem às ruas. A norma não valerá apenas para a capital, mas para todo o estado.

“O uso das máscaras ao sair de casa é imprescindível para reduzir as chances de contágio da Covid-19, mas não anula outros hábitos que devem ser incorporados no dia a dia, como lavar as mãos frequentemente, usar álcool gel, não levar as mãos ao rosto, manter boa distância de outras pessoas e sempre que possível preferenciar o isolamento social”, ressalta o infectologista da Central Nacional Unimed, Dr. Lauro Ferreira. Além disso, o uso desse importante item de proteção requer alguns cuidados.

A primeira recomendação é usar máscaras de tecido, preferencialmente algodão, porque não irrita a pele. Dr. Lauro Ferreira sugere que as máscaras cirúrgicas sejam de prioridade dos profissionais de saúde. “Se todos utilizarem máscaras profissionais, esse importante equipamento de proteção fará falta nos hospitais”, afirma.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Ao optar por máscara de tecido, antes de usá-la deve ser lavada com água e sabão, ficar de molho por aproximadamente 10 minutos, deixar secar e passar o ferro. “Para colocar a máscara, antes é preciso lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel. Coloque-a pegando apenas na parte que se ajusta à orelha (elástico), nunca no tecido que se ajusta ao rosto”, ensina Dr. Lauro Ferreira.

“Deve ser ajustada ao rosto, cobrindo o nariz e a boca, e não é recomendável tocá-la durante a utilização. Se tiver de fazer ajustes, toque sempre na parte do elástico”, destaca. Outra dica é higienizar as mãos após tirar a máscara.

A máscara, independente do seu material, deve ser trocada a cada duas horas, por isso é recomendável ter mais de uma. “Esse é um item de proteção pessoal, que não deve ser compartilhado. Se os equipamentos de proteção da família forem iguais, por exemplo, o ideal é fazer alguma marcação para identificá-las”, ensina o infectologista. Caso a máscara fique úmida, é preciso substituí-la antes das duas horas, pois ela perde a eficácia de proteção contra o novo coronavírus.