Início Camaçari Identificado jovem morto durante sepultamento do tio em Camaçari

Identificado jovem morto durante sepultamento do tio em Camaçari

Identificado jovem morto durante sepultamento do tio em Camaçari 1

O jovem Gabriel Santos de Assis, 22 anos, foi morto nesta quinta-feira (24), durante um sepultamento do tio, no Cemitério Jardim da Eternidade, no bairro Gleba H, em Camaçari. Na ação criminosa mais quatro pessoas ficaram feridas com estilhaços de vidro enquanto tentavam se proteger dos disparos. As informações são do site Nossa Metrópole.

De acordo com o Serviço de Investigações da 4ª Delegacia de Homicídio, o jovem baleado tinha mandado de prisão em aberto por homicídio em Camaçari e fazia parte da facção ligada ao traficante Kila.

A polícia suspeita de que a facção rival teve conhecimento de que Gabriel estaria no enterro e foi ao local para executá-lo. Ele foi atingido com quatro tiros num bar em frente ao cemitério, quando saiu para comprar água. A vítima então correu de volta para o cemitério e foi acompanhado pelos criminosos, que dispararam mais vezes e fugiram em seguida.

Gabriel chegou a receber pronto-socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver o desespero das pessoas que ficaram feridas depois de se esbarrarem nas portas de vidro do estabelecimento.

Investigação – A Delegacia de Homicídios já tem imagens da região e utilizará para a identificação dos suspeitos. Os familiares do homem morto serão ouvidos para esclarecer o ocorrido e ajudar nas buscas.

Identificado jovem morto durante sepultamento do tio em Camaçari 2
Homicídio registrado na localidade do Santo Antonio. Foto: Divulgação

Outro homicídio – Ainda conforme a polícia, outros dois homicídios foram registrados na cidade duas horas. Duas pessoas a bordo de uma moto foram assassinadas no bairro de Santo Antônio, que fica a cerca de 3 Km do cemitério. Ainda não se sabe se os casos têm relação.

Qualquer informação sobre os casos pode ser encaminhada sigilosamente para o Disque Denúncia da Polícia através do telefone 181. Também é possível fazer denúncias online através do site www.disquedenuncia.com/denuncie-aqui/