Início Boato #Fake! Homem que aparece em vídeo narrando “a gente vai embora” era...

#Fake! Homem que aparece em vídeo narrando “a gente vai embora” era o dono da pousada que morreu na tragédia de Brumadinho?

Será verdade que o dono de uma pousada gravou um vídeo dias antes de morrer na tragédia de Brumadinho (MG) com o título “a gente vai embora”?

O vídeo que viralizou com uma bonita mensagem de um homem de cabelos grisalhos rapidamente foi compartilhado nas redes sociais no final de janeiro de 2019 e acabou deixando muitas pessoas emocionadas. O vídeo que está sendo um dos mais compartilhados no Facebook, mostra um homem com uma voz marcante narrando um texto sobre apego material, mostrando com outros olhos para não apegarmos às coisas materiais, título dessa linda mensagem: “a gente vai embora”.

Mas, a notícia que está sendo espalhada junto com o texto, é uma afirmação que esse homem é o dono da pousada em Brumadinho, que morreu vítima do rompimento de uma barragem na cidade mineira de Brumadinho, no dia 25 de janeiro de 2019.

Será que ele teve uma sensação antecipada do que ia acontecer? O homem do vídeo previu a sua própria morte?

Verdade ou mentira?
No vídeo, o texto narrado pelo homem é atribuído a Sérgio Cursino, o jornalista que se apresenta como Profissional da Comunicação nas suas redes sociais. Podemos ver pela foto do Sérgio em seu Twitter que ele não só escreveu o texto, como também que é ele o dono da bela voz que narra o texto no vídeo:

Em seu canal no YouTube, podemos achar o vídeo original que se tornou mais famoso fora do YouTube (através de cópias) do que no próprio canal do Sérgio:

Sérgio Cursino, aliás, publicou uma mensagem bem-humorada no seu perfil do Facebook no dia 1º de fevereiro de 2019, avisando que está vivo:

Já o dono da pousada se chamava Márcio Mascarenhas e morreu aos 74 anos de idade, após seu hotel ser levado pela lama após rompimento de barragem em Brumadinho. O corpo do sr. Márcio e o de seu filho foram enterrados no dia 30 de janeiro de 2019:

O empresário Márcio Mascarenhas foi uma das vítimas fatais do rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG). Ele era o dono de uma pousada que foi soterrada pelo mar de lama. (Foto/Reprodução/Arquivo pessoal)

Desabafo um ano antes
O empresário Márcio Mascarenhas já vinha reclamando do descaso com o meio ambiente e que “estão acabando tudo em volta”. Em uma postagem feita por ele em fevereiro de 2018, Mascarenhas lamenta que o local estava virando um cenário horrendo para as gerações futuras:

Na tragédia de Brumadinho também morreu a esposa de Márcio Mascarenhas, Cleosane Coelho Mascarenhas, aos 58 anos de idade!

Conclusão
O homem que aparece em vídeo declamando um texto chamado “A Gente Vai Embora” não é o mesmo empresário que morreu em um rompimento de barragem em Brumadinho!