Início Animais Gorila que viralizou em selfie morre nos braços de tratador: “Um privilégio”

Gorila que viralizou em selfie morre nos braços de tratador: “Um privilégio”

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

A gorila da montanha Ndakasi, que virou sensação mundial após aparecer em uma selfie com um guarda florestal, morreu nos braços do tratador que a resgatou quando filhote. O animal tinha 14 anos de idade e vivia no Parque Nacional de Virunga, no Leste do Congo.

Uma fotografia emocionante, feita pelo fotógrafo Brent Stirton momentos antes da morte do espécime, foi publicada nas redes sociais do parque. Na cena, Ndakasi repousa no colo de André Bauma, 49, seu zelador e amigo de longa data.

Em um comunicado, o parque informa que Ndakasi faleceu na noite de 26 de setembro, após uma doença prolongada em que seu estado se deteriorou rapidamente. No texto, André, relata a natureza doce e a inteligência da gorila, que o ajudou a entender a conexão entre humanos e grandes macacos, e por que a humanidade precisa protegê-los.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Foi um privilégio apoiar e cuidar de uma criatura tão amorosa, especialmente sabendo do trauma que Ndakasi sofreu quando era muito jovem. Pode-se dizer que ela se parece com sua mãe, Nyiransekuye, cujo nome significa ‘alguém feliz em receber os outros’. Foi a doce natureza e inteligência de Ndakasi que me ajudou a entender a conexão entre humanos e grandes macacos e por que devemos fazer tudo ao nosso alcance para protegê-los. Tenho orgulho de ter chamado Ndakasi de meu amigo. Eu a amava como uma criança e sua personalidade alegre trazia um sorriso ao meu rosto cada vez que interagia com ela. Ela fará falta para todos nós em Virunga, mas somos eternamente gratos pela riqueza que Ndakasi trouxe para nossas vidas durante seu tempo em Senkwekwe.”

*Com informações do Metrópoles