Início Mundo Gêmeas nascem com duas pernas e quatro braços; “caso extremamente raro”, diz...

Gêmeas nascem com duas pernas e quatro braços; “caso extremamente raro”, diz médico

Gêmeas nascem com duas pernas e quatro braços; "caso extremamente raro", diz médico 1
Foto: reprodução/redes sociais

Uma jovem de 25 anos, identificada como Shaheen Begum, foi surpreendida na segunda-feira (5/10) ao dar à luz gêmeas ligadas pelos membros inferiores. Ela não sabia que estava grávida de siamesas até o momento do parto. As bebês nasceram por meio de uma cesária, compartilhando o mesmo estômago e a maioria dos orgãos vitais. As meninas têm duas pernas e quatro braços. O fato ocorreu no distrito de Shahjahanpur, na Índia.

A equipe médica que acompanhou a jovem alega que sabia que as meninas estavam ligadas, mas desconheciam a forma como a fusão entre os corpos estava devido ao fato dos pais das gêmeas não realizarem exames pré-natal e de ultrassom, por conta da falta de condições financeiras. O pai das meninas, Muhammad Yaseen, disse que enfrenta uma queda brusca na renda familiar por conta da pandemia do novo coronavírus.

“O ultrassom mostrou que os bebês estavam unidos, mas quando saíram, eram gêmeos siameses”, relata o médico Gaurav Mishra disse, segundo o tabloide Daily Star. “Nós ressuscitamos os bebês, mas os encaminhamos a um hospital avançado para analisar sua condição e seu futuro. Eles são extremamente raros”, acrescentou o profissional.

Mohammed e Shaheen disseram que os bebês trouxeram boa sorte para a família. Multidões lotaram o hospital para ver as gêmeas raras. “A administração do hospital dispensou todas as taxas depois do nascimento deles. Eu tenho uma filha de cinco anos que nasceu de parto normal”, disse a mulher, feliz com a atenção recebida trazida para a família, durante uma entrevista ao Times Of india.

O casal, que já são pais de uma criança de 5 anos, tem esperaça de que uma crircurgoa consiga separar os bebês. A taxa de sobrevivência geral para gêmeos siameses é de 5% a 25%. Historicamente, as irmãs têm uma chance melhor de sobrevivência do que seus colegas do sexo masculino. Além disso, gêmeos siameses se desenvolvem a partir de um único óvulo fertilizado e, portanto, são sempre idênticos e do mesmo sexo.