Início Futebol Funcionário de funerária tira foto com corpo de Maradona e acaba demitido...

Funcionário de funerária tira foto com corpo de Maradona e acaba demitido por empresa

Entre para nosso grupo no telegram: t.me/seligacamacari
Por: Reprodução/Twitter

Diego Molina, trabalhador da funenária responsável por preparar o corpo de Diego Maradona para seu velório, que acontece nesta quinta-feira (26) em Buenos Aires, foi demitido após tirar uma foto com o corpo do ex-jogador argentino dentro do caixão.

A foto do ex-funcionário com Maradona no caixão viralizou em grupos de Whatsapp na manhã de hoje. De acordo com o site da TV argentina ‘Todo Notícias’, a foto mostra Diego Molina fazendo um sinal positivo com uma mão enquanto toca a testa de ‘Don’ Diego com a outra.

Ao tomar conhecimento do caso, os donos da funerária pediram desculpas aos familiares e fãs de Maradona, informando que o homem havia sido despedido “imediatamente”. Matías Morla, advogado do ex-jogador, também se pronunciou em suas redes sociais.

“Dada a viralização de uma imagem de Diego em seu leito de morte, vou cuidar pessoalmente de encontrar o canalha que tirou aquela foto. Todos os responsáveis por tal ato de covardia pagarão. Diego Molina é o canalha que tirou uma foto ao lado do caixão de Diego Maradona. Pela memória do meu amigo, não vou descansar enquanto ele não pagar por tal aberração”, publicou.

Falecimento
A morte de Maradona foi confirmada no início da tarde desta quarta-feira (25) por seu advogado, após o jornal argentino Clarín divulgar a informação. O argentino tinha 60 anos.

O ídolo argentino foi internado em Buenos Aires no começo do mês. O ex-jogador passou por uma cirurgia de emergência para um hematoma subdural, um coágulo de sangue no cérebro. O hematoma do lado esquerdo da cabeça teria se formado por causa de uma queda do banco do Gimnasia, clube do qual treinava, ou praticando boxe, um de seus passatempos.

Depois do procedimento, por decisão familiar e médica, Maradona permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo informes médicos. Ele deixou o hospital no último dia 11, oito dias após a cirurgia, para se recuperar em casa.

Com informações do BNews