Início Camaçari Ford promove desafio de robótica para alunos do ensino fundamental de Camaçari

Ford promove desafio de robótica para alunos do ensino fundamental de Camaçari

Ford promove desafio de robótica para alunos do ensino fundamental de Camaçari 1

Quem nunca brincou de Lego quando criança? Imagine adicionar elementos de robótica e ciência e promover um desafio durante a diversão? Pensando nisso, a Ford promoverá o 2º Desafio de Robótica no próximo sábado (9), na praça central do Boulevard Shopping Camaçari.

A ação, voltada a 50 alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, marca o encerramento do Curso de Robótica e integra o Programa Ford de Educação para Jovens, promovido pelo Ford Motor Company Fund – braço filantrópico da empresa –, em parceria com o SESI e apoio da Secretaria Municipal de Educação.

Durante o curso, os estudantes foram divididos em equipes e instigados a desenvolver robôs e projetos com o tema “Cidades Inteligentes”, utilizando a metodologia LEGO Mindstorms. O resultado será apresentado durante o evento, que contará também com jogos e workshop de robótica aberto ao público, entre 10h e 17h.

Oferecido gratuitamente a jovens selecionados em escolas públicas de Camaçari com idades entre 14 e 16 anos, o Curso de Robótica está em sua segunda edição e integra o Programa de Responsabilidade Social da Ford. Com duração de dois meses, e carga horária de 160 horas, tem como objetivo estimular os estudantes a desenvolver habilidades e competências voltadas ao trabalho em equipe, comunicação, pensamento crítico, liderança, gerenciamento de tempo, planejamento, pesquisa e a tomada de decisões. A robótica representa um aprendizado multidisciplinar relacionando o estudo com diversas áreas, como matemática, física, eletrônica, mecânica e arquitetura.

Além de colocarem seus robôs em ação para cumprir uma série de missões em “rounds”, eles precisam apresentar um projeto sobre Cidades Inteligentes. “O desafio é muito importante para os alunos, pois os ajuda a desenvolver várias habilidades, como a apresentação de um projeto”, afirma Pedro Martinez Batista, professor do curso.

“Eles terão de desenvolver uma proposta inovadora, voltada a engenharia civil ou arquitetura em lugares ou edifícios públicos, com o objetivo de melhorar a vida das pessoas nas grandes cidades”. Antes de iniciar o curso, o estudante Murilo Oliveira dos Santos, 15 anos, nunca tinha ouvido falar de Robótica.

“Eu me interessava por tecnologia, mas não tinha contato com esse mundo. Conheci novas áreas, como mecânica, raciocínio lógico e computação e tive a oportunidade de trabalhar em equipe atuando como programador, construtor, organizador e pesquisador”, diz.

Ford promove desafio de robótica para alunos do ensino fundamental de Camaçari 2