Início Bahia Força-tarefa resgata animais das enchentes na Bahia

Força-tarefa resgata animais das enchentes na Bahia

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Equipes de voluntários tem atuado para efetuar o salvamento técnico dos animais – Foto: Foto: Grad | Transouricana

Profissionais do Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD) e voluntários da ONG Planeta dos Bichos atuam no Sul e Extremo Sul da Bahia, no resgate de animais em virtude das inundações no estado.

Em parceria com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), equipes multidisciplinares trabalham nas cidades de Itamaraju, Jucuruçu, nos distritos de Nova Alegria, aldeias indígenas, em Porto Seguro, Belmonte, Prado, Ilhéus e Canavieiras.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Em entrevista ao Portal A TARDE, o coordenador do GRAD, Enderson Barreto, afirmou que equipes têm atuado para efetuar o salvamento técnico dos animais.

“Estamos realizando imunização contra doenças que podem vir a se tornar mais comuns e com a incidência maior em virtude das águas, e também levar suprimentos para as famílias em locais de difícil acesso e tudo que se fizer necessário”, pontuou.

Mais de 500 animais já foram atendidos, incluindo cachorros, gatos, galinhas, porcos, cavalos, e animais silvestres, a exemplo de um tamanduá.

“Nós estamos no olho do furacão porque, embora a chuva tenha parado, a água não desceu em todas as localidades. Temos muitas demandas e o Grupo de Resgate de Animais em Desastres está atuando em lugares onde a ONG não consegue chegar, a exemplo de Canavieiras, Sambaítuba em Ilhéus e Aritaguá”, afirmou a voluntária da ONG Planeta dos Bichos, Claudia Ribeiro.

Apoio

Foi solicitado suporte ao Centro de Controle de Zoonoses, que está com atividades suspensas desde 2020 e que foi reativado neste momento de crise para auxiliar na atenção básica dos animais socorridos pelas entidades protetoras.

Apesar do auxílio, o órgão não está recebendo animais dos munícipios, atuando somente para atenção básica de animais sem outra alternativa de acolhimento.

Veterinários, professores e voluntários da região operam em regiões que é possível chegar de carro, nas regiões de Vila Cachoeira, Salobrinho, Banco da Vitória, Nelson Costa e outros, locais que moradores tiveram suas casas alagadas e destruídas.

Ainda em entrevista, Claudia ressalta a importância da castração para ajudar no controle da população e na vulnerabilidade dos animais de rua.

“É necessário que a Prefeitura encampe um programa de castração contínuo aqui na cidade, para que gatas e cadelas não venham ficar parindo e causando problemas como zoonoses, e animais que ficam soltos em sofrimento sem o tutor ou com um tutor que não têm condição da guarda e atender as necessidades necessárias”, ressaltou.

Você pode ajudar o Planeta dos Bichos através do PIX 35.774.889/0001-49. O valor arrecadado será utilizado para compra de medicamentos e combustível para deslocamento dos voluntários. A ONG está arrecadando ainda ração para cão e gato e realiza adoção a cada dois meses. “Necessitamos que novos tutores abracem essa causa e deem uma segunda chance aos animais”, conclui Claudia Ribeiro.

O Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD), também está recebendo doações por meio do PIX 04.085.146/0001-38.