Início E.C. Vitória “Foi extremamente desrespeitosa”, diz Wallace sobre saída do Vitória

“Foi extremamente desrespeitosa”, diz Wallace sobre saída do Vitória

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O ex-zagueiro do Vitória, Wallace, falou um pouco neste domingo (15), sobre sua conturbada saída do clube no início desse ano. De acordo com o atleta, o time fez pouco caso para mantê-lo no elenco, sem sequer fazer uma proposta de readequação salarial para que ele pudesse continuar no rubro-negro durante a disputa da Série C.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Eu fui praticamente cuspido do clube, a verdade é essa. Não tive nenhum tipo de proposta do clube para questão de redução salarial, para tentar achar um meio-termo. Acho que a ideia do clube era que eu não ficasse mesmo”, afirmou Wallace em entrevista ao ge.com.

Formado nas categorias de base do Leão, Wallace demonstrou profunda insatisfação com o jeito que aconteceu sua saída. “Simplesmente o clube achou que o caminho não era mais eu estar aí. Então acabaram decidindo pela minha saída. Da forma como foi tratada [a saída], foi extremamente desrespeitosa, faltou transparência. A gente lamenta a falta de transparência, porque eu sempre fui muito transparente com o clube”, afirmou o zagueiro.

Durante a entrevista, o atleta ainda revelou que possui valores a receber do Vitória. Wallace afirmou que não divulgou nada sobre a dívida ainda pois não queria expor a situação por respeito ao clube do coração, e que tentou fazer um acordo de todas as formas, mas que não foi chegado a um denominador comum. Ele finalizou afirmando que vai acionar o clube na Justiça para cobrar o montante que deve receber.

“Estou sem receber do Vitória há dez meses e ainda não acionei a Justiça. E isso não foi explanado, nunca expus isso para ninguém por respeito ao clube. Tentei de todas as formas um acordo com o clube. Tentei de várias formas, de forma amigável, para não prejudicar o clube. Porque tenho muito respeito e carinho, até que a gente vai ter que chegar no processo litigioso, que é como o clube parece querer conduzir as coisas”, finalizou.