Início Famosos Felipe Neto diz que vai processar quem compartilhou vídeo íntimo vazado na...

Felipe Neto diz que vai processar quem compartilhou vídeo íntimo vazado na web

Influenciador digital publicou um vídeo em sua conta no YouTube para seus mais de 23 milhões de seguidores depois de se reunir com advogados, assessores de imprensa e colegas de trabalho

O youtuber Felipe Neto, que teve um vídeo íntimo vazado nesta quarta-feira (25), afirmou que vai processar quem postou e quem compartilhou as imagens na internet. O influenciador digital publicou um vídeo em sua conta no YouTube para seus mais de 23 milhões de seguidores depois de se reunir com advogados, assessores de imprensa e colegas de trabalho para elaborar um posicionamento diante da ação criminosa, que ele considerou “extremamente errada e problemática”.

Felipe Neto começou o vídeo, classificado para maiores de 13 anos, com uma risada. Fez piada sobre o episódio e ainda mostrou alguns memes sobre o vazamento do nude, que levaram seu nome aos assuntos mais comentados do Twitter mundial. “Que dia”, reconheceu o youtuber, ao destacar que soube da publicação das imagens, gravadas há três anos, pela mensagem de um amigo, logo pela manhã.

“No início, eu fiquei confuso, confesso. Fiquei meio pasmo, sem saber o que fazer. Tá, o que eu faço? Como vou reagir a isso?”, descreveu sua reação no vídeo. “Vazou um vídeo íntimo meu. Isso é crime. Isso é extremamente errado, extremamente problemático”.

O influenciador e sua equipe chegaram à conclusão de que precisavam processar os internautas envolvidos e acionar a polícia. Felipe Neto, no entanto, também entendeu que precisava tirar sarro da situação, já que sempre fez piada de tudo na própria vida. Ao fim da gravação, em tom mais sério, o youtuber explicou a gravidade do vazamento do nude.

“Eu vou fazer piada, essa é a minha função na internet. Agora, isso, de fato, é crime. Isso é importante ser ressaltado. Em 2018, você não pode compartilhar um nude achando que não está cometendo um crime. Por mais que a gente tenha dado risada, por mais que a gente tenha se divertido aqui nesse vídeo. Todas as pessoas que compartilharam, divulgaram o vídeo serão processadas criminalmente”, destacou.

Segundo Felipe Neto, fora o dano causado à própria imagem, sobretudo entre seu público infantil e os pais dos seguidores mirins, ele e sua equipe avaliaram ser necessário combater a impunidade deste tipo de crime de forma a evitar novas vítimas.

“Óbvio que vai causar dano à minha imagem. É claro que vai ter pai e mãe que vai ver esse tipo de coisa e vai levar para o lado errado, não vai levar em consideração que eu sou a vítima da história. Porém, essas pessoas serão processadas porque a gente não pode deixar passar impune. (…) É a medida que deve ser tomada para que a gente possa, cada vez mais, coibir esse tipo de ato, para que outras pessoas não sejam vítimas. Vamos sempre lembrar: compartilhar qualquer vídeo íntimo sem autorização é crime”, frisou o influenciador.


Por Agência O Globo