Início Brasil Exames detectam alumínio no sangue de três bombeiros de Brumadinho

Exames detectam alumínio no sangue de três bombeiros de Brumadinho

Três bombeiros que trabalharam no regaste e nas buscas por vítimas atingidas pelo mar de lama, decorrente do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), foram diagnosticados com excesso de alumínio no sangue. Um quarto agente teve cobre detectado no exame.

As informações foram divulgadas em comunicado do governo de Minas Geral na noite desta terça-feira (19).

Segundo o governo, “cabe esclarecer que a alteração nesse parâmetro não significa intoxicação aguda por esse metal e essas pessoas permanecem assintomáticas. É esperado que após a interrupção da exposição, os níveis de metal no organismo sejam normalizados”.

O excesso de alumínio no organismo, segundo estudos recentes, mostra correlação com doenças com Alzheimer e alguns tipos de câncer, podendo haver ainda alterações crônicas de problemas intestinais e inchaço abdominal.

por Metro 1