Início Destaque Ex-deputado Bassuma é suspeito de abusar sexualmente da própria filha

Ex-deputado Bassuma é suspeito de abusar sexualmente da própria filha

Por: Gilberto J√ļnior/ Arquivo BNews

O Ex-deputado federal Luis Carlos Bassuma (Avante) √© suspeito de abusar sexualmente da pr√≥pria filha, uma crian√ßa de quatro anos. O pol√≠tico foi ouvido na Delegacia Especializada de Repress√£o ao Crime Contra a Crian√ßa e o Adolescente (Dercca), no in√≠cio do m√™s e a den√ļncia foi oferecida ao Minist√©rio Publico do Estado da Bahia (MP-BA).

O caso foi comunicado por Ayla Queiroz, mãe da criança, com exclusividade, à produção do Programa Que Venha o Povo da TV Aratu. O casal está separado há dois anos e, segundo ela, juntos, adotaram a menina, ainda bebê.

O drama de Ayla teria come√ßado no final de 2017, quando ouviu um relato assustador da crian√ßa: Bassuma teria prometido dar uma patinete √† filha em troca de ‚Äúuma lambida no pinto‚ÄĚ. Ainda de acordo com a m√£e, o pol√≠tico teria abusado sexualmente da filha, por diversas vezes: na casa dele quando a crian√ßa ia passar os finais de semana, no caminho da escola, quando ele ia busc√°-la e, at√© mesmo, dentro da casa dela, onde tinha livre acesso.

A mãe da criança percebia que algo estranho estava acontecendo, devido à ansiedade que Bassuma apresentava para pegar a filha na escola. Ao programa QVP, informou que ele queria que a menina fosse para a instituição mesmo doente, e o tempo que demorava a chegar na casa dela e das brincadeiras no banheiro não eram normais.

A partir dessas observa√ß√Ķes, a m√£e conseguiu obter da filha as informa√ß√Ķes que precisava para ter certeza do que estava acontecendo, e conseguiu gravar um v√≠deo da garota, relatando como o pai teria cometido os abusos.

Ap√≥s den√ļncia, a Dercca encaminhou a crian√ßa para acompanhamento psicol√≥gico e enviou o caso para a 26¬™ Delegacia de Vila de Abrantes, em Cama√ßari, munic√≠pio, onde teria ocorrido o primeiro abuso. Por√©m, a crian√ßa n√£o conseguiu contar o que aconteceu, j√° que n√£o foi ouvida de forma adequada.

A menina est√° sendo acompanhada por especialistas do Projeto Viver, que acolhe v√≠timas de viol√™ncia sexual. Bassuma foi ouvido no inicio do m√™s. Ele chegou √† delegacia acompanhado do advogado e da atual companheira. Caso a den√ļncia seja aceita, e se o ex-deputado federal for condenado, ele poder√° pegar uma pena de 8 a 15 anos de pris√£o.

De acordo com Ayla Queiroz, sua filha apresenta dist√ļrbios no sono e est√° sendo medicada. A m√£e relatou, ainda, que a menina tem apresentado quadro de irritabilidade. ‚ÄúEla grita, vomita e fica nervosa, mas vem melhorando com a medica√ß√£o e o afastamento do pai‚ÄĚ, disse. (Por Aratu Online)