Início Notícias Estudo aponta posições de dormir de casais e sua importância

Estudo aponta posições de dormir de casais e sua importância

Posição ‘Liberdade’ é a preferida dos casais na hora de dormir

Se você costuma dormir de costas para o seu parceiro ou parceira e deixa espaço entre vocês, relaxe. Você não está sozinho. Um estudo sobre as posições de sono mais comuns entre casais revelou que a posição de dormir de costas sem tocar o outro, chamada “liberdade”, é a mais popular entre os casais, com 27%.

O estudo da psicóloga Corrine Doce, feita para uma fábrica de camas, aponta que o casal que dorme de costas está conectado e seguro. As posições, segundo a pesquisa, revelam detalhes do relacionamento. Confira as oito posições:

1) Liberdade: São 27% dos casais. A posição mostra proximidade e independência na relação.

2) Acalento: São 23%. Dormem separados, de frente para direções diferentes, mas encostados. Casal é relaxado e um está confortável com o outro. Comum em relacionamentos novos.

3) Colher: A posição é uma das mais famosas, mas só é adotada por 18% dos casais. Um dos parceiros assume uma postura de proteção sobre o outro.

4) Nó de Amantes: São 8% dos casais. É uma posição mais complexa, porque o casal fica de frente, com as pernas e os braços entrelaçados, mas depois dedez minutos separam-se. É sinal de força do relacionamento, com intimidade e independência.

5) Super-herói: A posição estrela-do-mar é adotada por apenas 3%. Segundo o estudo, um parceiro domina o espaço da relação, enquanto o outro tem papel secundário.

6) Romântico: São 4% dos casais. A postura íntima, em que um parceiro repousa sua cabeça no peito de seu parceiro, com as pernas entrelaçadas, acontece em relacionamentos precoces. Representa amor vibrante e apaixonado. ‘

7) Cara-a-cara: De frente, mas sem se tocar, apenas três por cento dos casais preferem a posição. Indicar uma união emocionalmente exigente, principalmente de intimidade e comunicação. ‘

8) Os Amantes: Dormem face-a-face, com as pernas entrelaçadas durante toda a noite. São apenas 2% dos casais e indica uma relação romântica e muito íntima, mas também mostra a falta de independência do outro.

 

Fonte: A tarde