Início Camaçari Estabelecimentos que não cumprem medidas de restrição relacionadas a Covid- 19, são...

Estabelecimentos que não cumprem medidas de restrição relacionadas a Covid- 19, são autuados em Camaçari

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Mais uma ação de garantia da lei foi realizada, através da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur) e da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), com as polícias Civil e Militar percorreram por diversos pontos do município.

O gestor da Superintendência de Ordenamento e Fiscalização (Suofis) da Sedur, Coronel Pedro Cezar Anchanjo, falou sobre a operação, que foi conduzida pelo órgão. “Essa fiscalização é rotineira a partir do momento que foi feito o decreto da Covid-19. Nós precisamos entender que existe um decreto de ação preventiva em relação ao coronavírus, consequentemente nós não vamos aceitar qualquer um que queira criar problema, nós estamos aqui para trabalhar em respeito à população!”.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

O trabalho foi iniciado pelo bairro Jardim Limoeiro, por diversos pontos, e ainda passou pela Gleba B, Alto da Cruz, Gleba A e Camaçari de Dentro. Foram fechados estabelecimentos como bares, barracas, quiosques, padaria e distribuidoras de bebidas, sendo ainda ordenada a retirada de vendedores ambulantes que também descumpriram o toque de recolher, que aos finais de semana começa às 20h e encerra às 5h da manhã seguinte.

Na oportunidade, foram orientados e autuados espaços que não cumpriam as medidas de restrição relacionadas à Covid-19, além de poluição sonora. A fiscal da Suofis, Maria Angélica Santana, explicou como o trabalho foi feito, “autuamos os estabelecimentos comerciais que estão abertos após o horário que o decreto municipal de número 7.557 determina e alguns também sem alvará de funcionamento. Eles custam a fechar e o quanto eles continuarem a resistir nós vamos continuar atuando”.

A operação envolveu cerca da 30 pessoas, incluindo equipe do 12° Batalhão de Polícia Militar da Bahia, da 18ª Delegacia Territorial e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE)/ Polo Industrial.