Início Bahia Empresas de calçados reduzem 70% da jornada de trabalho para evitar demissões...

Empresas de calçados reduzem 70% da jornada de trabalho para evitar demissões na Bahia

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

A Industria de Calçados Vulcabras/Azaleia, instalada em Itapetinga, reduzirá a jornada de trabalho em 70% para evitar demissões. A empresa está com as atividades suspensas desde 23 de março, com previsão de retorno para segunda-feira, 27.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Segundo acordo firmado com a entidade sindical, a redução da jornada seguirá até 31 de maio, período em que os funcionários trabalharão 30% de tempo habitual. Segundo o site Sudoeste Hoje, o sindicato informou que empresa pagará 30% dos salários e os 70% restantes serão calculados sobre o seguro-desemprego, conforme estebelece medida provisória do governo federal. Instalada em Macarani, Itambé e Caatiba, a empresa Vila Rosa também aderiu à medida.

Em comunicado publicado no portal do grupo, quando anunciada as férias coletivas, a Vulcabras/Azaleia informou que a medida teve a intenção de preservar os colaboradores diante da pandemia de Covid-19. A indústria é detentora das marcas Olympikus, Under Armour e Azaleia.

Com informações do A Tarde