Início Esportes E.C. BAHIA: Bahia leva sufoco, mas vence o Globo de virada com...

E.C. BAHIA: Bahia leva sufoco, mas vence o Globo de virada com dois gols de Maxi

O Bahia venceu de virada o Globo por 2 a 1 nesta quarta-feira (18) pelo Nordestão e manteve a liderança do Grupo E da competição. O time do Rio Grande do Norte jogava com parte do time poupado e mesmo assim apertou o tricolor, especialmente no primeiro tempo. Sem muita inspiração, o Bahia criou pouco na maior parte do jogo, mas melhorou no segundo tempo e conseguiu arrancar a virada com dois gols de Maxi Biancucchi, que saiu do banco. O tricolor ainda teve um gol de Kieza mal anulado. Bahia e Globo se enfrentam de novo no dia 3 de março, na Fonte Nova.

(Foto: Frankie Marcone/Futura Press)

O jogo começou truncado e com poucas chances claras de gols. Mas logo o Globo mostrou que, mesmo com parte do time titular poupado, ia em busca do triunfo. Aos 11 minutos, Rivaldo deixou a zaga da Bahia na saudade e chutou forte, com a bola desviando em Titi e saindo. Na cobrança do escanteio, Mercinho ficou a bola e chutou. Omar fez a defesa colocando para escanteio novamente. Aos 14 minutos, nova confusão entre a defesa da Bahia quase resultou no primeiro gol do Globo. A bola foi levantada na área tricolor e Chicão e Omar hesitaram, um esperando o outro sair, e quase Índio Oliveira marca.

O Bahia tentava chegar, mas tinha dificuldades no meio de campo. Aos 28, Kieza rolou a bola para Rômulo chutar, mas Rafael defendeu. No rebote, Railan levantou na área e Tiago Real tentou de cabeça, mas a bola foi para fora, na melhor chance tricolor no primeiro tempo. Aos 36, Kieza fez bom passe para Léo Gamalho, que cortou tirando do zagueiro e chutou para gol. Houve desvio e a bola saiu.

Já aos 45 do primeiro tempo, saiu o primeiro gol. Rivaldo avançou com a bola e tocou para Glaubinho, que mandou chute da entrada da área e Omar, que estava sentindo desde a metade do primeiro tempo, aceitou. Um a zero para o Globo.

Maxi entra e balança as redes duas vezes
No segundo tempo, Omar não voltou. O goleiro Jeanzinho entrou no lugar dele, fazendo sua estreia no profissional do Bahia. O arqueiro é filho do ex-goleiro e ídolo tricolor Jean. Logo no começo da segunda etapa, Kieza pegou uma sobra de bola, avançou e mandou para o gol, mas a arbitragem sinalizou impedimento, anulando o gol.

O time ainda fez outra modificação no começo do segundo tempo: Bruno Paulista deu lugar a Maxi Biancucchi, em tentativa de colocar o tricolor mais para a frente. Mas, embora tenha melhorado em campo, o Bahia continuava sem levar muito perigo ao gol do Globo. Só aos 21 minutos da segunda etapa o time teve uma boa chance, com Rômulo, que deu chute forte de fora da área. A bola foi para fora. Aos 32, outra chance: Railan levantou a bola na área e Kieza cabeceou perto da trave.

O Bahia fez ainda uma terceira troca, colocando mais um atacante em campo: Rômulo deu lugar a Zé Roberto. E deu certo: o jogador foi até a linha de fundo aos 40 minutos e mandou para área. Maxi desviou e mandou para as redes, deixando tudo igual. Depois de empatar, o Bahia aumentou a pressão em busca da virada e ela acabou saindo, novamente dos pés de Maxi. Zé Roberto cruzou, Léo Ramalho escorou de cabeça para o meio da área e no bate-rebate a bola sobrou para Maxi mandar rasteiro para as redes.

Mesmo sem jogar bem, o Bahia conseguiu a virada e os três pontos, se mantendo em posição confortável na tabela do grupo – são 7 pontos em 3 partidas.

Globo x Bahia
Estádio Barretão
Globo FC: Rafael; Glaubinho, Jamerson, Robson e Mercinho; Leomir, Romarinho, Alemão e Rivaldo (Marcelo); Índio Oliveira (Jozicley) e Geovane (Miller). Técnico: Leandro Sena
Bahia: Omar (Jean); Railan, Chicão, Titi e Carlos; Bruno Paulista (Maxi Biancucchi), Pittoni, Tiago Real e Rômulo (Zé Roberto); Kieza e Léo Gamalho. Técnico Sergio Soares.
Juiz: Luiz Claudio Sobral, auxiliado por Marlon Rafael Gomes de Oliveira e Francisco Chaves Bezerra.

Correio da Bahia