Início Destaque Durante audiência geral, Papa faz oração e alerta para pais de homossexuais:...

Durante audiência geral, Papa faz oração e alerta para pais de homossexuais: “nunca condenem um filho”

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

papa Francisco

O papa Francisco fez uma oração para pais e filhos na audiência geral, desta quarta-feira (26/1), ao lembrar de São José, e disse que os genitores nunca devem condenar os filhos homossexuais.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Penso nesse momento em todas pessoas que ficam cansadas do peso da vida e não conseguem mais nem esperar nem rezar. Que São José possa ajudá-las a abrirem diálogo com Deus, para reencontrar a luz, força e ajuda. Penso nos pais com filhos doentes, também com doenças permanentes, quanta dor! Também nos pais que veem uma orientação sexual diferente nos filhos: como gerir isso, como acompanhá-los e não esconder-se em um comportamento de condenação”, disse o pontífice.

“Nunca condenem um filho”, acrescentou ainda falando sobre os jovens que morrem por doenças ou falecem “por fazerem coisas de jovens e terminarem em acidentes de carros”.

Também afirmou que devem ser acompanhados “os filhos que não vão bem na escola”.”Não se assustem, há muita dor sim, mas pode-se rezar”, pontuou ainda.

O líder católico ainda citou um caso sobre quando era arcebispo em Buenos Aires e via “muita ternura” quando estava “andando de ônibus e passava em frente ao presídio e tinha uma fila de mães ali, que estavam ali com ternura”.

“A coragem das mães e dos pais acompanham os filhos sempre. Peçamos ao Senhor essa coragem”, destacou.

Essa não é a primeira vez que Francisco pede acolhimento das pessoas gays na Igreja Católica e nas famílias, em um posicionamento que é sempre atacado pela ala mais conservadora da instituição.

Com informações do Aratu ON