Início Bahia Dow cria programas de promoção da liderança feminina

Dow cria programas de promoção da liderança feminina

A equidade de gênero faz parte da política corporativa da empresa, permitindo a ascensão profissional das mulheres

A equidade de gênero faz parte da política corporativa da Dow, indústria química presente na Bahia há mais de 40 anos, que desenvolve programas e ações, com o objetivo de gerar oportunidades de ascensão profissional para as mulheres. Engenheira de produção do Complexo Industrial de Aratu, localizado em Candeias (BA), Manuela Garrido é responsável pelas unidades de produção de Cáustica e Utilidades do site.

Ela ingressou na Companhia em janeiro de 2010, como trainee. Graduada em engenharia mecânica, pela Universidade de Campinas (Unicamp), com especialização em manufatura, também pela Unicamp, e MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), Manuela aprova a política de inclusão e diversidade da empresa.

“Há um esforço contínuo para que a diversidade seja promovida em todas as esferas, e é claramente uma prioridade estratégica da Companhia. A política de diversidade é consistente e bem organizada”, opina Manuela.

Ela participa do WIN – Women Innovation Network (que promove discussões relativas ao desenvolvimento de carreira na Dow, diversidade de gênero e troca de experiências) e considera a experiência “muito positiva”.

A possibilidade de flexibilizar horário e trabalhar remotamente, quando há necessidade, é uma realidade na empresa. “Isso permite para nós um equilíbrio de prioridades e a possibilidade de dar maior atenção à família”.

Experiência internacional

Manuela trabalhou como especialista em compras logísticas, na matriz da Dow, em Midland, nos Estados Unidos. Ter a chance de trabalhar em outro país foi uma vivência muito enriquecedora. “Uma excelente experiência pessoal e profissional. Me permitiu uma visão diferente dos processos de trabalho, das relações interpessoais e das diferenças culturais no âmbito empresarial”, conta. Ela ressalta que isso mudou sua maneira de agir e responder às dificuldades. “É uma bagagem que trago comigo e me permite, hoje, inovar e propor mudanças na função que exerço”, completa.

“A Dow me proporcionou atuar em diversas tecnologias e áreas nos últimos oito anos. Isso contribuiu para meu aperfeiçoamento técnico e de liderança”, conta Manuela. No papel de engenheira de produção, ela ingressou na divisão automotiva da Dow e hoje atua no Complexo Industrial de Aratu, conhecendo tecnologias diferentes. Foi engenheira de confiabilidade nas unidades de Jacareí (SP) e Franco da Rocha (SP).

“Todas essas mudanças foram essenciais para que eu me desenvolvesse profissional e pessoalmente e agregasse experiências que vieram a contribuir, à medida que obtive novas oportunidades”, resume.

A Dow apoia o desenvolvimento de lideranças femininas. “Tive oportunidade de conhecer diversas líderes da Companhia, exemplos de carreiras bem sucedidas”. A empresa reconhece que a diversidade de pensamentos está diretamente associada à inovação e por isso cria oportunidades iguais, independente de gênero, raça, credo ou orientação sexual.

Sobre a Dow

Presente no Brasil desde 1956, a Dow emprega cerca de 2.800 pessoas em 8 unidades fabris, 3 centros de pesquisa e 2 escritórios, entre eles a Diamond Tower, sede da Companhia na América Latina, localizada na cidade de São Paulo (SP). As unidades de produção e pesquisa da Dow no Brasil estão localizadas nos Estados da Bahia (Aratu), São Paulo (Guarujá, Hortolândia, Jacareí, Jundiaí e São Paulo), Minas Gerais (Santos Dumont e Santa Vitória) e Pará (Breu Branco).

Ao mesmo tempo em que está comprometida com a solução de problemas globais, a Dow Brasil desenvolve ações focadas nas necessidades regionais e locais. A empresa mantém diversos programas de impacto social, em benefício das comunidades onde está inserida, investindo US$ 3,7 milhões nos últimos 5 anos e impactando aproximadamente 1 milhão de pessoas.