Início Famosos DJ Ivis se defende após esposa publicar vídeos de agressão: ‘eu não...

DJ Ivis se defende após esposa publicar vídeos de agressão: ‘eu não aguentava mais’; veja

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Após Pamella Holanda publicar uma sequência de vídeos que mostram ela sendo agredida por DJ Ivis, o cantor decidiu se pronunciar sobre o caso neste domingo (11) através dos stories. De acordo com o colunista Léo Dias, os dois foram para a delegacia da cidade de Eusébio (CE).

Na gravação divulgada pela esposa do DJ, é possível ver que ele empurra, puxa o cabelo, dá socos e chutes na esposa na frente da filha Mel, de 9 meses, e da babá da criança.

Nas redes sociais, o músico disse que era inocente em relação às acusações feitas e disse que as pessoas não conhecem a história completa.

Na publicação, ele também compartilha uma foto do boletim de ocorrência registrado no mês de março, no qual ele denuncia a esposa de tê-lo ameaçado e de ter se negado a terminar o relacionamento. No documento, ele diz ainda que temia pela vida da filha Mel.

Foto: Reprodução/Instagram

“Ela acabou de postar uns vídeos onde não aguento mais ser agredido, tendo que aguentar calado. As pessoas vão me julgar, mas eu não aguentava mais isso. Recebi chantagem de ameaça de morte, de ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso que eu passei. De querer se jogar com minha filha do décimo andar”, começou ele.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Nos stories, DJ Ivis compartilhou o vídeo que Pamella está cortando uma tela de proteção da janela com uma tesoura e diz que quer se matar.

“Isso era uma guerra de quinta para cá, quando chamaram uma viatura para mim. Estava sendo acusado de lesão corporal, de correr pelo condomínio com faca na mão. E eu tenho como provar que não estava. Esses vídeos aí que estão sendo postados estão postados cortados. Eu já tive que me embolar no chão com ela, com a mãe dela, com a minha empregada para ela não se jogar (do prédio)”, continuou ele, se defendendo.

Com informações do iBahia