Início Polícia Detento confessa que matou ex-namorada dentro de cela em presídio

Detento confessa que matou ex-namorada dentro de cela em presídio

Visita aconteceu no último sábado (15) e, de acordo com a SAP-SP, dois dias depois o crime, o suspeito confessou

Foto: reprodução/Record TV

Por Varela Notícias

Após a jovem de 23 anos, Amanda Karyne Teixeira, ser encontrada morta dentro de uma cela do Centro de Detenção Provisória de Osasco, o detento e ex-companheiro da vítima confessou “ter atentado contra a vida da visitante”, segundo informações da assessoria de de imprensa da SAP-SP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo).

Durante a visita, agentes penitenciários precisaram agir para retirar a jovem da cela, que foi encontrada inconsciente e com dificuldades para respirar. Amanda foi encaminhada ao Hospital Regional de Osasco, mas já chegou na unidade sem vida.

A visita aconteceu no último sábado (15), quando Amanda levou a filha dos dois para ver o pai. De acordo com a SAP-SP, dois dias depois o crime, o suspeito confessou. A pasta ainda afirma que irá solicitar a internação do rapaz em “Regime Disciplinar Diferenciado”, em Presidente Bernardes.

O homem está preso acusado de praticar roubo e já havia sido condenado a quatro anos de prisão no regime semiaberto. No entanto, de acordo com a secretaria, o homem abandonou o CPP (Centro de Progressão Penitenciaria) de Franco da Rocha, também na Grande SP, em maio, e foi recapturado dois meses depois.