Início Brasil Desistiu: Azul acusa Gol e Latam de prejudicar negociação com a Avianca...

Desistiu: Azul acusa Gol e Latam de prejudicar negociação com a Avianca Brasil

A disputa pela Avianca Brasil, que está em recuperação judicial, teve mais um episódio nesta quinta-feira (18). O presidente-executivo da Azul, John Rodgerson, afirmou que a Gol e a Latam Brasil atuaram para evitar a concorrência na ponte aérea São Paulo-Rio de Janeiro.

Siga nosso Instagram: @seligacamacari | Confira as vagas de emprego: VagasEmCamaçari | VagasBahia

“É uma pena o que os nossos concorrentes estão fazendo, tentando evitar a concorrência na ponte aérea partindo de Congonhas, porque quem vai sair perdendo é o consumidor”, declarou Rodgerson. A Azul chegou a fechar, em março, um acordo não vinculante de US$ 105 milhões para a aquisição de ativos da Avianca Brasil, inclusive slots em aeroportos (vaga/direito de pousar ou decolar em aeroportos congestionados) e contratos de leasing de aviões.

No início de abril, a Gol e a Latam ofereceram cerca de US$ 70 milhões cada por alguns ativos da Avianca Brasil, em uma negociação aprovada por credores da companhia. Diante da disputa, o presidente-executivo da Azul mandou um recado nesta quinta: “Nossa oferta não existe mais”.

Se a Azul não tivesse desistido e ganhasse a concorrência, poderia operar na ponte Rio-São Paulo, uma das rotas aéreas mais cobiçadas do mundo. A Gol e Latam têm juntas quase 90% dos slots de Congonhas em dias úteis.

Por BNews