Início Brasil Deputados ameaçam se vingar de Bolsonaro deixando caducar MP do Mais Médicos

Deputados ameaçam se vingar de Bolsonaro deixando caducar MP do Mais Médicos

Deputados ameaçam se vingar de Bolsonaro deixando caducar MP do Mais Médicos 1
Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um grupo de deputados está ameaçando deixar caducar a medida provisória (MP) do Mais Médicos. De acordo com a coluna Painel da Folha de S.Paulo, a iniciativa seria uma retaliação notável da insatisfação de parlamentares com o governo Bolsonaro.

O texto, que expira na quinta-feira (28), era tratado como caso perdido por líderes da centro-direita nesta terça (19). Com isso, segundo a coluna, os parlamentares costuram um acordo para, depois que a proposição de Jair Bolsonaro caducar, encampar um projeto de lei que contemple apenas parte da tese do Planalto.

Ainda de acordo com a coluna, a ideia dos deputados, caso a medida provisória não seja mesmo votada, é manter em um projeto de lei a exigência de que seja retomada frequência no Revalida, exame aplicado em médicos formados no exterior e que não é realizado desde 2017 por falta de verba.

Programa Médicos pelo Brasil

A MP do Programa Médicos pelo Brasil foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 1º de agosto e amplia em pouco mais de 7,3 mil o número de médicos nas áreas mais carentes do país, sendo que 55% dos profissionais serão contratados para atender as regiões Norte e Nordeste.

O programa foi lançado em substituição ao Mais Médicos, criado em 2013, e define novos critérios para realocação dos profissionais considerando locais com maior dificuldade de acesso, transporte ou permanência dos servidores, além do quesito de alta vulnerabilidade. A nova proposta ainda prevê formação de médicos especialistas em medicina da família e comunidade.

Com informações do BNews | Folha de S.Paulo