Início Famosos Cybelle Hermínio nega agressões a Tom Veiga e segunda ex-esposa rebate: “vítima...

Cybelle Hermínio nega agressões a Tom Veiga e segunda ex-esposa rebate: “vítima de um golpe”

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

A morte de Tom Veiga, intérprete do Louro José, ganhou mais um desdobramento com a polêmica entrevista cedida por Cybelle Hermínio, última ex-mulher do humorista. A reportagem, que contou também com o depoimento de Alessandra Veiga, segunda ex-esposa de Tom, foi ao ar neste último domingo (11/4), no Domingo Espetacular, da RecordTV.

Na ocasião, foram revelados áudios enviados por Veiga, ainda em vida. Em um deles, encaminhado para Alessandra, Tom chega a dizer que havia sido agredido por Cybelle. “Foi agressão, agressão mesmo! Apanhei como nunca apanhei da minha mãe”, disse ele.

Hermínio rebateu as acusações. “Nada disso é verdade. Nunca houve violência, de ambas as partes. Uma pessoa que realmente é agredida tem interesse em perguntar como a outra está, ir até você? Eu diria que é contraditório”, afirmou ela.

Uma das agressões entre o ex-casal teria ocorrido quando Cybelle pegou uma garrafa de vinho que Tom estava bebendo e a arremessou contra a parede. Após, ela teria partido para cima dele, como consta em uma mensagem enviada pelo ‘Louro José’. Cybelle, por sua vez, alegou que a história não aconteceu assim.

“Se isso realmente aconteceu, porque ele não fez nenhum boletim de ocorrência, um exame de corpo de delito?”, questionou ela. “Quando eu vi que ele estava entornando a garrafa de vinho, literalmente, em pouquíssimo tempo, e estava indo pegar outra, eu não permiti. Quando ele abriu uma garrafa de vinho, eu entornei essa garrafa de vinho na pia da área externa em que a gente estava”, acrescentou, afirmando ainda que Tom estaria “embriagado”.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Alessandra, no entanto, contestou a versão dada por Cybelle e disse que, em áudios enviados por ele, ficou claro que ele tinha “vergonha” de denunciar a última ex. “Como ele vai fazer um boletim de ocorrência? Ele pediu para não contar para ninguém. Ele diz ter sido vítima de um golpe, porque, qunado ela provocou ele para reagir, ela disse: ‘vai, reage. Você não vai fazer nada?’. Ele acredita que se ele fosse revidar, e ela se machucasse, ele entraria com a Lei Maria da Penha”, declarou. Segundo fontes, Tom Veiga estaria tentando uma reconciliação com Alessandra.

EXUMAÇÃO

A notícia sobre um pedido de exumação feito pelos familiares de Veiga foi divulgada pelo colunista Léo Dias, do Metrópoles. Segundo ele, parentes do humorista desconfiavam de que ele havia sido envenenado, já que dias antes, havia demonstrado interesse em mudar seu testamento e retirar o nome de Cybelle.

A filha de Tom, Amanda Veiga, no entanto, informou que a história não procede. “Nem eu e nem meus irmãos pedimos por uma exumação (do corpo). Foi uma matéria totalmente mentirosa e talvez tenha sido algo na intenção de prejudicar a família”, disse.

Alessandra também afirmou não desconfiar de um homicídio: “Eu não acredito que ele possa ter sido envenenado. Eu não sei de onde surgiu essa história de envenenamento, de que a família quer fazer uma exumação. Eu mesma não sou a favor”.

Cybelle Hermínio disse ser favorável à exumação, se definido legalmente. “Se a Justiça decidir abrir investigação e achar necessário que o corpo seja exumado, eu dou total apoio. Não tenho o que temer. Sou a principal interessada”, alegou.

Na entrevista, Cybelle disse, ainda, que Tom resolveu incluí-la no testamento, por se sentir “usado” pelo resto dos familiares. O Tom não tinha apoio dos filhos. Se sentia de outra forma. Ele não era requisitado como pai, pelo lado afetivo […] O testamento partiu do próprio Tom porque ele sempre soube os filhos que tinha. Não existia esse carinho de pai. Ele se sentia um caixa eletrônico”, disparou.

Veiga foi encontrado morto no dia 1º de novembro de 2020, aos 47 anos de idade. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML), ele foi vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). O testamento deixado por ele destina 50% de seus bens para serem divididos entre os 4 filhos, e a outra metade para a ex-companheira, Cybelle. A família do intérprete busca anular o documento, alegando que ele tinha manifestado esse desejo ainda em vida.

Com informações do Aratu ON