Início Destaque Criminosos rendem funcionários e gerente em assalto a loja no centro de...

Criminosos rendem funcionários e gerente em assalto a loja no centro de Dias d’Ávila

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Magazineluiza em Dias d’Ávila (Foto: Reprodução Mais Região)

Homens armados invadiram a loja Magazine Luíza, situada na Avenida Brasil, no centro de Dias d’ávila, na manhã desta sexta-feira (10). De acordo com informações da polícia, o assalto ocorreu por volta das 9h, na abertura da loja e um funcionário ficou ferido durante a ação.

Conforme informações do site Mais Região, o grupo já aguardava à frente do estabelecimento, num veículo. Três, dos quatro suspeitos, adentraram a loja e um ficou no carro.Os criminosos, que chegaram com violência, colocaram os funcionários e a gerente no estoque, exigindo dinheiro e aparelhos celulares. Eles queriam que os funcionários abrissem o cofre. Não havia clientes no momento do assalto.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Um estoquista identificado como Alexsandro, foi agredido violentamente com pontapés na região da coluna, e com o cabo da arma, os indivíduos deram coronhadas na cabeça do funcionário. Ele foi conduzido para uma Unidade De Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas deve ser transferido para o Hospital Geral de Camaçari (HGC), devido a gravidade dos ferimentos.

Os acusados fugiram do local, por volta das 11h, em direção a Salvador, mas se depararam com uma abordagem da PM no CIA I, em Simões Filho, e abandonaram o veículo na via, com os materiais roubados, fugindo para um matagal.

A 22ª CIPM apresentou o veículo na 18ª Delegacia Territorial de Camaçari. Entre os materiais roubados estavam vários aparelhos celulares, liquidificadores, dentre outros. Os criminosos ainda não foram localizados.