Início Bahia Criança morta após estupros na Bahia foi abusada por um ano pelo...

Criança morta após estupros na Bahia foi abusada por um ano pelo pai; suspeito foi à UPA e ao velório

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Foi o pai o autor dos estupros que acabaram na morte de Ilana Pereira Santos, de 3 anos. A criança deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Oeste da Bahia, no último dia 3 de janeiro, apresentando sinais dos abusos. O detalhe é que, na oportunidade, o suspeito acompanhou a filha e a esposa.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

O suspeito não pode ter o nome revelado por conta da Lei de Abuso de Autoridade. Ele foi preso na quarta-feira (5/1) por policiais da Delegacia Territorial (DT) da cidade de Formosa do Rio Preto, a 1.020 km de Salvador. A família morava na zona rural do município, na localidade conhecida como São Pedro.

O que chamou a atenção da polícia é que o criminoso participou do enterro da criança, ainda na segunda-feira (3/1).

Após receber a informação do crime, os policiais da unidade, sob a coordenação do delegado titular Arnaldo Alves do Monte, ouviram testemunhas e realizaram ações investigativas que levaram ao pai. Laudos periciais confirmaram que a morte da criança foi causada por violências sexuais sofridas há pelo menos um ano.

Familiares e demais testemunhas foram ouvidas. “Vamos ouvir mais pessoas, analisar os laudos periciais para robustecer o inquérito e ainda esclarecer a possibilidade de outros envolvidos”, afirmou o delegado Arnaldo Alves.

Com informações do Aratu ON