Início Camaçari Contrato de revitalização e reforma da estação de trem é assinado

Contrato de revitalização e reforma da estação de trem é assinado

Contrato de revitalização e reforma da estação de trem é assinado 1

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, que fez com que o município determinasse medidas duras de restrição e contenção em diversas áreas e setores da administração municipal, nem tudo é notícia triste na cidade. Prova disso, é que nesta quarta-feira (6/5), a Prefeitura de Camaçari, por intermédio da Secretaria da Cultura (Secult), assinou junto à empresa especializada que irá executar as intervenções, o contrato de reforma e revitalização da histórica estação de trem, localizada na Avenida Eixo Urbano Central. O ato aconteceu na sede da pasta, situada na Cidade do Saber.

A intervenção, que faz parte do Projeto de Requalificação do Centro Histórico de Camaçari, é fruto do convênio entre o Ministério do Turismo e a prefeitura, no valor de aproximadamente R$ 1 milhão. A gestão e fiscalização das obras serão realizadas pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

Além da reforma e revitalização na estrutura física do antigo terminal de transbordo da linha férrea, a Requalificação do Centro Histórico de Camaçari compreende ainda, intervenções em outros três imóveis localizados nas imediações, que são: o cineteatro, o camelódromo e o antigo Arquivo Público Municipal, que fazem parte de outras etapas do projeto. De acordo com a concepção, essas edificações estarão interligadas por um grande calçadão, dentre outros equipamentos públicos.

Feliz com mais essa conquista para o patrimônio do município, a secretária da Cultura, Márcia Tude, falou que a intervenção é algo muito esperado pela população camaçariense. “Essa obra, que visa à promoção e preservação da memória e identidade do povo de Camaçari, vai mudar a cara e trazer vida ao Centro da cidade, além de garantir que a história e a cultura do município se perpetuem”, destacou a titular da pasta.

O próximo passo agora é a assinatura da ordem de serviço para em seguida dar início as obras propriamente ditas, o que deve acontecer assim que seja cessado o estado de calamidade pública na cidade. A previsão de duração da obra é de quatro meses.