Início Destaque Com início da vacinação de profissionais da Educação, Salvador se prepara para...

Com início da vacinação de profissionais da Educação, Salvador se prepara para retomar aulas presenciais

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Por: Arquivo BNews

A Prefeitura de Salvador conclui, nesta terça-feira (20), a vacinação dos idosos acima de 60 anos e deve iniciar, já nesta quarta (21), a imunização dos profissionais de Educação acima de 55 anos. Com isso, de acordo com o prefeito Bruno Reis (DEM), o município já prepara a retomada das aulas presenciais.

“Sempre foi uma preocupação que as crianças poderiam levar o vírus para os familiares, mas, com a vacinação de todos os idosos, diminuímos esse risco e agora estamos avançando com a imunização de profissionais da Educação e, com segurança e tranquilidade, iniciar a retomada das aulas presenciais”, disse o democrata.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Ainda segundo Bruno Reis, a expectativa é que a vacinação deste grupo seja concluída até o final desta semana, a depender do número de doses disponíveis ao município. Para o prefeito, a queda na ocupação dos leitos de UTI é elemento essencial também para se pensar em regularizar as aulas na capital baiana, bem como a queda de casos confirmados e ativos.

Diante da notícia sobre a retomada das aulas presenciais, o Sindicato de Professores da Bahia (APLB) se manifestou sobre a possibilidade de decretação de greve, caso a Educação seja retomada em Salvador sem que haja a imunização de todos os profissionais que atuam no setor.

O prefeito Bruno Reis disse esperar que a APLB possa se permitir ao diálogo e compreender que a cidade está há um ano com aulas paralisadas, sendo a retomada segura uma forma de não comprometer o calendário de 2021. “Estamos falando de três anos, e essas conversas vão ocorrer, principalmente diante do grande avanço que tem sido a imunização na cidade”.

Por fim, o democrata garantiu que, com a finalização da vacinação do grupo prioritário entre os profissionais de Educação, a data de retomada das aulas presenciais será divulgada. “A ideia é iniciar o calendário de 2021 para não comprometer o de 2022”, concluiu.