Início Destaque Com apoio da torcida e pressionado pela ameaça de queda, Bahia encara...

Com apoio da torcida e pressionado pela ameaça de queda, Bahia encara o ‘virtual’ campeão na Fonte Nova

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

“30 mil sócios & 30 mil na Fonte!” é o anúncio da diretoria do Bahia nas redes sociais, na manhã desta quinta-feira (2/12). Com carga máxima no estádio – seguindo às orientações das autoridades de saúde -, e apoio ‘em peso’ da torcida, o Tricolor de Aço tem mais um jogo decisivo na Série A do Campeonato Brasileiro. A partir das 18h, o Bahia encara o líder do certame: o Atlético Mineiro.

O desembarque do Galo em Salvador teve direito à polêmica – com mensagem de apoio (em uma placa publicitária) ao time mineiro em pleno aeroporto da capital baiana: “Vamos Galo ganhar o brasileiro”.

Apesar da ‘birra’ dos tricolores… não era de ser esperar menos. Afinal, o alvinegro mineiro tem mais de 99% de chance de título, que não conquista há 50 anos. Já do outro lado, o Tricolor de Aço soma 50% de chance de rebaixamento.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Uma vitória simples em Salvador, em partida atrasada da 32ª rodada, fará o Atlético ser bicampeão brasileiro e o Bahia se aproximar de sua quarta queda para a Série B. Agora, quem se apega a dados históricos e às boas recordações, deve-se lembrar da campanha do Brasileiro de 2013.

Naquele certame, o Bahia fez 2 a 1 num Cruzeiro já campeão, com gol de Anderson Talisca aos 44 da etapa final, e se garantiu matematicamente na Série A de 2014. Na época, o Esquadrão jogou fora de casa, mas, dessa vez, quem será o visitante é o Galo, que, além dos 11 em campo, terá de enfrentar 30 mil torcedores na Fonte Nova.

Caso vença a partida, o Bahia irá, provisoriamente, para a 14ª posição. Empatará em número de pontos com Juventude e Cuiabá, mas passará esses times pelo número de vitórias. Caso perca, o Esquadrão pode ver seus concorrentes se afastarem ainda mais, faltando dois jogos para o fim do campeonato.

Para esse jogo, mais uma vez o Tricolor Baiano não terá Juninho Capixaba, suspenso pelo cartão vermelho levado na partida contra o Atlético Goianiense. Quem deverá substituí-lo é Rossi. Além de Capixaba, o zagueiro Luiz Otávio, que ficou de fora dos últimos dois jogos por causa de dores no joelho, não é certeza.

Já o técnico Cuca também tem problemas. O técnico do Galo não terá os volantes titulares Allan e Jair, e o atacante Diego Costa. Os três tomaram o terceiro cartão amarelo contra o Fluminense e terão que cumprir suspensão automática.

Com informações do Aratu ON