Início Bahia Cinco cidades próximas de Salvador serão escolhidas para aplicação da Sputnik V,...

Cinco cidades próximas de Salvador serão escolhidas para aplicação da Sputnik V, diz Rui Costa

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Rui Costa — Foto: Frame

O governador Rui Costa (PT) afirmou que cidades “sem muita distância de Salvador” devem ser escolhidas para a aplicação das doses da Sputnik V, vacina russa contra a Covid-19. Durante entrevista ao Jornal da Manhã, na TV Bahia, nesta quarta-feira (16), o governador disse que municípios com em média 50 mil habitantes compõem a lista prévia de onde sairão as quatro cidades que o imunizante.

As localidades devem ser escolhidas durante reunião junto a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) ainda nesta terça. A proximidade da capital baiana considera a solicitação da Anvisa de que centros de pesquisa acompanhem o processo de vacinação. A importação de um lote reduzido do imunizante russo foi autorizada pela agência sob condição de que seja feito um acompanhamento de eventuais reações.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

As doses devem chegar nos primeiros dias de julho. O governador explica que as doses devem chegar de avião em Recife e posteriormente ser distribuída para os estados que adquiriram o imunizante.

“Assim que chegar à Bahia, iniciaremos a contagem e iniciar a aplicação imediatamente, no mesmo dia que chegar. Evidentemente que se chegar durante a noite, iniciaremos no dia seguinte. Começaremos, para, no máximo em 10 dias, concluir todas as 150 mil primeiras doses. Teremos os resultados a partir daí”,

A imunização terá como alvo pessoas entre 18 e 60 anos. Os primeiros resultados devem aparecer a partir do 15º dia após o início do processo.

Delivery de bebida
Ao reiterar as medidas que serão adotadas para evitar a disseminação do Sars-Cov-2 durante os festejos de São João, o governador disse que analisa a possibilidade de autorizar a venda de bebidas alcoólicas por delivery.

Contudo, ele quer garantir que a entrega não aconteça para abastecer festas ou reuniões sociais com “20 ou 30 pessoas”. ” Infelizmente algumas pessoas não têm a consciência necessária. […] Temos que ter cuidado. Vamos analisar junto com os técnicos da Sesab para tomar uma decisão”, disse.