Início Camaçari Centro Comercial de Camaçari será fechado a partir desta segunda (1º)

Centro Comercial de Camaçari será fechado a partir desta segunda (1º)

Centro Comercial de Camaçari será fechado a partir desta segunda (1º) 1

O fechamento do Centro Comercial (Feira Municipal) por 8 dias, a partir da próxima segunda-feira (1º/6), figura entre as decisões tomadas pela Prefeitura de Camaçari para conter a curva de crescimento do número de casos confirmados do novo coronavírus no município. Principal fonte de abastecimento de gêneros alimentícios, produtos e serviços diversos para os munícipes, a feira só voltará a funcionar na terça-feira, dia 9 de junho. Nesse intervalo, apenas a Casa Lotérica e o Posto de Apoio do Auxílio Emergencial, localizados na área interna do estabelecimento, irão manter a oferta de seus respectivos serviços.

A decisão de suspender o funcionamento da feira decorre da constatação de que as atividades comerciais no local têm atraído muitas pessoas, mesmo neste período de medidas restritivas e de apelo ao distanciamento social, provocando um fluxo intenso de consumidores dentro do equipamento e nos arredores. Diante da necessidade de evitar situações com possibilidade de contágio, após os registros de pacientes que testaram positivo para a Covid-19 terem aumentado exponencialmente nos últimos dias, a interrupção provisória foi incluída no conjunto de determinações para intensificar o combate à contaminação desenfreada, onde já consta o toque de recolher, instituído para o mesmo período.

Além do fechamento da Feira Municipal, a prefeitura também vai bloquear algumas vias que convergem para o comércio do centro, como a Avenida Dr. Manoel Mercês (antiga Radial B) e a Rua Duque de Caxias, com o intuito de coibir o comércio ambulante naquela região.

O coordenador do Centro Comercial, Namucies de Souza, convocou os permissionários, na tarde deste sábado (30/5), para comunicar a decisão sobre a suspensão temporária das atividades da feira. “Conversei com eles sobre a decisão e todos entenderam e aceitaram, pois têm consciência de que é uma medida necessária e que é para o bem de todos. Juntos, com o apoio da população, vamos frear esse aumento acelerado de novos casos e superar essa situação delicada. A colaboração de todos é essencial”, comentou.