Início Brasil Carteiro conquista mais de 150 mil seguidores com fotos de cães e...

Carteiro conquista mais de 150 mil seguidores com fotos de cães e gatos

Angelo Cristiano viralizou com suas páginas “Carteiro amigo dos animais”, no Facebook e no Instagram

Caía uma chuva fina sobre o Portal das Colinas, bairro nobre de Guaratinguetá, no interior de São Paulo, e mesmo assim Bonitão fazia a sua habitual caminhada pela área. Mas foi só avistar seu amigo a bordo de sua inseparável bicicleta no final de uma das ruas, que o vira-lata partiu em disparada para ciceroneá-lo.

— Não fazia entregas há três dias, porque viajei a Bauru, onde fui homenageado pelo meu trabalho num evento. Quando me viu, Bonitão veio correndo e fomos juntos até a casa dele — conta Angelo Cristiano da Silva, sobre o episódio que virou um dos vídeos compartilhados em suas páginas “Carteiro amigo dos animais”, no Facebook e no Instagram.

As duas contas somam mais de 150 mil seguidores e alçaram o carteiro a um estrelato que extrapola os limites do bairro onde é recebido diariamente como celebridade pela pastora suíça Ayla, o rottweiler Thor, a vira-lata Luna e mais um séquito de quatro patas, que ainda inclui alguns gatos.

https://www.facebook.com/angelocristianodasilvaantunes/photos/a.1944904322469885/2009148679378782/?type=3

Geplaatst door Carteiro Amigo dos Animais op Maandag 26 november 2018

Será que ele gosta de mim..?🤔😁😊.. Amigos criei um canal no YouTube se escrevam lá curtem e compartilhem 🙏segue o link do canal https://m.youtube.com/channel/UCnIN6-oucCWedEXk3DBJ7ow

Geplaatst door Carteiro Amigo dos Animais op Zaterdag 29 september 2018

— Uma cachorrinha que mora no final do meu trajeto corre para o portão só de ouvir o barulho da bicicleta. Se não for lá brincar um pouquinho, ela chora muito — diz ele, orgulhoso de empunhar a bandeira branca entre cães e carteiros. — Gosto de conquistar a confiança dos animais. É normal ficarem latindo desesperadamente no começo, porque não sabem se você está ali para fazer mal à família, que eles têm a missão de proteger.

De todo modo, o entrosamento entre as partes costuma se dar com rapidez. Acostumado a levar lambidas de cachorros grandes, a única intempérie enfrentada até hoje foi com um… pinscher.

— Estava entregando uma carta e ele escapou pelo portão. Senti algo no calcanhar, que não sei se foi um arranhão ou uma mordida, mas foi coisa leve. Por Agência O Globo