Início Brasil Candidato à Presidência, Haddad responde a 32 processos na Justiça

Candidato à Presidência, Haddad responde a 32 processos na Justiça

Na corrida eleitoral, Haddad aparece no segundo lugar, com 23% das intenções de voto


Por Varela Notícias

O candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), responde a 32 processos na Justiça. Segundo informações da revista Istoé, as denúncias vão de recebimento de dinheiro na Lava Jato, a improbidade administrativa.

Haddad também é suspeito de superfaturamento de obras e serviços, acusado pelo desvio de recursos e também de aplicar ilegalmente o dinheiro público. Dos processos aos quais o presidenciável responde na Justiça, ao menos 15 são de ações populares e nove são por improbidade administrativa. Conforme a publicação, o presidenciável já é, inclusive, réu em dois processos.

Haddad também é acusado de ter superfaturado a ciclovia que liga o Ceagesp ao Parque do Ibirapuera, em São Paulo, na época em que foi prefeito da cidade. A Istoé afirma que o custo teria sido de R$ 54,7 milhões e que deste valor, a Prefeitura teria gastado R$ 4,4 milhões por quilômetro. Na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, contudo, cada quilômetro teria saído pelo valor de R$ 671 mil.

Além das denúncias na Justiça, a revista ainda apontou a declaração obrigatória de bens que os presidenciáveis precisam apresentar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Haddad teria registrado o apartamento em que mora em São Paulo como um bem no valor de R$ 90 mil. No entanto, no Cartório de Registro de Imóveis ele registrou o valor de R$ 120 mil na compra do imóvel, em 1998. Atualmente, o valor de venda do apartamento é de R$ 997,9 mil.

Na corrida eleitoral, Haddad aparece no segundo lugar. De acordo com a última pesquisa de intenções de voto, divulgada na quarta-feira (03), pelo Ibope, o petista subiu 2 pontos e chegou a 23%. A frente dele aparece Jair Bolsonaro (PSL), com 32%.