Início Camaçari Câmera flagra ação de suspeito de assassinar eletricista a facadas em Camaçari;...

Câmera flagra ação de suspeito de assassinar eletricista a facadas em Camaçari; assista

Câmera flagra ação de suspeito de assassinar eletricista a facadas em Camaçari; assista 1
Por: Reprodução/Youtube

A movimentação ocorrida momentos antes do assassinato do eletricista Miguel Roberto dos Santos Júnior, de 37 anos, no dia de São João, 24 de junho deste ano, foi registrada por uma câmera de vigilância de uma das casas próximas ao local do crime. O fato aconteceu na localidade conhecida como Toca do Índio, no Parque Verde II, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. Com informações do BNews.

Nas imagens é possível acompanhar o suspeito, identificado pelo prenome Wesley, de camisa amarela, saindo de um beco por volta das 11h20 e voltando às 11h25. Testemunhas contaram na 4ª Delegacia de Homicídios (RMS) que o suspeito teria ido em casa buscar uma faca.

Com ele estava a companheira, de prenome Maiara, que teria sido o pivô de uma discussão com Miguel um pouco antes. As imagens mostram a jovem tentando conter o namorado, enquanto ele a aconselha a ‘voltar’. Em seguida é possível ouvir gritos e o casal aparece fugindo do beco que leva ao bar onde a vítima estava. No final do vídeo, aflita, uma vizinha que presenciou o ocorrido informa a um conhecido o ataque sofrido pelo eletricista.

Assista:

O vídeo foi anexado ao inquérito policial que pede a prisão preventiva do suspeito. O casal está foragido. A faca utilizada no crime foi deixada no local e entregue à polícia.

Revelações
Segundo a versão da família, com base em relatos de pessoas que estavam no local do crime, a mulher teria dito que Júnior era “problemático”. Durante a discussão, o eletricista teria dito diante de todos que Maiara já tinha lhe convidado para beber juntos e ele teria recusado. Júnior também teria insinuado que Maiara já havia traído o companheiro.

As acusações despertaram a ira de Wesley, que deixou o estabelecimento o voltou em seguida armado com a faca dizendo que Miguel passaria a “respeitar homem”. “Acho que Júnior tem um erro quando fez as revelações, mas nada justifica ele matar”, afirma Roberth Mércio Fialho dos Santos, irmão da vítima.

Em conversa com o BNews, na tarde deste domingo (14), o pai da vítima, Miguel Roberto dos Santos, cobrou justiça e revelou temor pela fuga do autor da morte do filho.