Início Dias D’Ávila Câmara aprova Lei que proíbe transexuais de usarem banheiros segundo o gênero

Câmara aprova Lei que proíbe transexuais de usarem banheiros segundo o gênero


Por Mais Região

A Câmara de Dias d’Ávila aprovou, na manhã desta quarta-feira (3), em segunda votação, o projeto de lei que proíbe que travestis e transexuais utilizem banheiros, vestiários e demais espaços segregados de acordo com a sua identidade de gênero, nas repartições públicas e instituições privadas.

De autoria do vereador Júnior de Araci (PT), o projeto contou com apoio de onze parlamentares, com exceção dos vereadores Renato Henrique (PT), Zeni Coutou (PSD) e Junior do Requeijão (PDT) que se abstiveram de votar.

O projeto segue para a sanção da prefeita Jussara Márcia (PT).

Votação polêmica

Antes de ser aprovado, houve desgaste entre dois vereadores da base do governo. Júnior de Araci se irritou com Renato Henrique, 1º secretário, por não ter colocado o projeto na pauta do dia.

“Tirar esse projeto, é uma falta de respeito com a família diasdavilense. Essa Casa [Câmara] tem normas e procedimentos. E esse projeto entrou aqui em primeira votação. Não tem que se prorrogar o projeto dá acesso ao resgate da família”, disparou Araci.

Renato Henrique justificou o motivo por não ter colocado para votação. “Em momento algum eu falei ser contra o projeto, apesar que eu acho que eficiência não é eficaz… Estou solicitando a Casa que siga o rito legal”, destacou o petista.

Para saber se colocava ou não para ser votado no dia, o presidente Dr. Zé Carlos decidiu fazer uma votação. Após empate, em 7 a 7, ele desempatou e colocou o projeto para ser votado.

Antes da discussão, Zé Carlos havia interrompido a sessão por 10 minutos para conversar sobre o assunto.

Foi a primeira que os vereadores da base governista entraram em ‘rota de colisão’ para aprovar um projeto na Casa.