Início Camaçari Camaçari: oposição protesta contra PL de prefeito

Camaçari: oposição protesta contra PL de prefeito

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Após o prefeito de Camaçari, Antônio Elinaldo (DEM/UB), enviar à Câmara Municipal um Projeto de Lei (PL) que cria 423 cargos comissionados no município, a oposição protestou e pediu mais tempo para analisar e discutir o projeto.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“O prefeito encaminhou projetos para criar mais de 400 cargos comissionados para atender ao projeto político do deputado do prefeito, Paulo Azi, do candidato a governador do prefeito, ACM Neto, para atender as pessoas que não vivem a nossa cidade, não conhecem os problemas de Camaçari”, criticou o vereador Tagner Cerqueira (PT), em conversa com o site Bahia Notícias.

“O que a gente esperava é que o prefeito mandasse para esta Casa projeto de lei sobre as estações do transporte público, da renda básica, mas não, o prefeito quer inchar a máquina, criar cargos e mais despesa na Prefeitura de Camaçari. Vamos nos posicionar contra e convocar o povo a pressionar esta Casa a votar contra”, concluiu.

De acordo com PL enviada pelo prefeito na última segunda-feira, 3, fica estabelecido a criação da Secretaria da Mulher com 115 novos cargos comissionados. Na Secretaria de Administração, serão mais 35 novos cargos, assim como na Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, que terá 51 novos servidores provisórios. Novos cargos serão criados nas Secretarias de Habitação e Desenvolvimento da Agricultura e Pesca.

Com informações do Portal A tarde