Início Brasil Bolsonaro ataca Petrobras sobre aumento no preço de combustíveis

Bolsonaro ataca Petrobras sobre aumento no preço de combustíveis

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O presidente Jair Bolsonaro (PL) durante sua live semanal, nesta quinta-feira, 16, atacou novamente a Petrobras, seus diretores, acionistas minoritários e o reajuste no preço dos combustíveis que a empresa está prestes a anunciar.

“Espero que a Petrobras não queira aumentar o diesel e aumentar a gasolina nesses dias em que estamos negociando com o Parlamento, com tremenda boa vontade dos parlamentares”, disse o presidente, referindo-se ao corte de impostos sobre diesel e gasolina, que foi aprovado pelo Congresso.

O presidente comentou também a respeito de uma notícia que apontava que a margem de lucro da Petrobras seria até seis vezes maior do que de petroleiras estrangeiras. “A Petrobras está rachando de ganhar dinheiro. O diesel está lá em cima, em função de impostos e também em função do preço cobrado pelo Petrobras, que está rachando de ganhar dinheiro”, declarou.

“Segundo as informações que chegaram pra nós, quando aumenta o petróleo lá fora, não precisa reajustar imediatamente os preços. Ela [Petrobras] tem um prazo de vários meses para reajustar”, defendeu.

Lira reagiu

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Arthur Lira (PP-AL), também atacou a estatal a respeito do aumento do diesel e da gasolina que está previsto para acontecer na próxima semana.

“A república federativa da Petrobras, um país independente e em declarado estado de guerra em relação ao Brasil e ao povo brasileiro, parece ter anunciado o bombardeio de um novo aumento nos combustíveis”, publicou o deputado no Twitter.

“Na segunda-feira, estarei convocando uma reunião de líderes para discutir a política de preços da Petrobras. Política da Petrobras que pertence ao Brasil e não à diretoria da Petrobras”, disse Lira.

Com informações do A Tarde