Início Notícias Blogueira americana diz que abortou ao saber que esperava menino: "Odeio patriarcado"

Blogueira americana diz que abortou ao saber que esperava menino: "Odeio patriarcado"

Texto causou polêmica e ela recebeu críticas e até ameaças

Uma blogueira americana postou um texto em que diz que abortou o bebê que esperava depois de descobrir que era um menino porque ela “odeia o patriarcado”. Conhecida apenas como Lana, ela se define como uma feminista que luta pelos direitos das mulheres.

Imagem representativa (Foto: AFP)

Ela conta que quando descobriu que estava grávida em 2012 ficou bastante feliz, até descobrir que esperava um menino. “Foi um choque, eu comecei a chorar, chorando com o pensamento sobre com o que eu estava prestes a amaldiçoar o mundo”.

Depois de três dias “de luto” pensando na ideia de trazer “um monstro” ao mundo, ela decidiu ir para uma clínica passar por um aborto. “Eu não odeio homens, eu odeio o patriarcado, o que homens, e até algumas mulheres, se transformaram. Eu não ia deixar isso acontecer com minha descendência. As possibilidades eram maiores com um homem, era inaceitável”, defendeu Lana.

Lana compartilhou que durante suas experiências na luta por direitos para as mulheres, ela descobriu que os homens geralmente a desprezavam e se recusavam a ajudar. “Isso não me surpreendeu, o patriarcado está entricheirado desde o início dos tempos, mas aqui estou, pronta para mudá-lo”.

Desde que fez o texto, Lana recebeu várias críticas e até ameaças. “Existem pessoas que realmente querem me ver morta por causa do que eu escolhi fazer com meu próprio corpo?”, rebateu ela.”Muitos de vocês lendo provavelmente não têm ideia do que é passar pelo processo de debater ter ou não um aborto, que o diga experimentar isso. Para mim, a experiência foi libertadora”.