Início E.C. Bahia Bellintani admite atraso nos salários dos jogadores do Bahia

Bellintani admite atraso nos salários dos jogadores do Bahia

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Bellintani voltou a relatar dificuldade para manter as contas do Bahia no azul (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Não é apenas a falta de triunfos no Campeonato Brasileiro que tem afetado o Bahia na temporada 2021. Fora de campo, o tricolor tem passado por dificuldade para manter as contas em dias. 

Durante entrevista, na terça-feira (24), na Cidade Tricolor, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, admitiu que parte dos salários dos jogadores está atrasado. Segundo ele, a diretoria vem negociando pagamento de imagens do ano passado. 

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Não estão em dia. Temos falado bastante sobre isso. Temos o débito do ano passado. Em relação a imagem. Salário sim (está em dia). As imagens do ano passado estão sendo conversadas. O que precisamos é de transparência, diálogo, compreensão. Estamos conversando para tentar encerrar o ano com tudo isso suprido. Apesar do ano ser muito difícil, passamos pelo pior momento financeiro do clube. A expectativa, agora, é ir melhorando”, afirmou. 

O cenário ruim dos cofres do tricolor não é uma novidade. A atual gestão tem relatado perdas de receitas desde o início da pandemia. Além da queda no número de sócios, o clube viu zerar a renda com bilheteria, já que há torcida nos jogos. 

Fora isso, o Bahia ainda aumentou as dívidas trabalhistas. Recentemente o volante Elias e o atacante Élber, que deixaram o tricolor no fim do ano passado, buscaram a Justiça para cobrar valores atrasados. O Esquadrão chegou a entrar em acordo com Élber.

Fonte: Jornal Correio