Início Brasil Barris de petróleo da Shell aparecem em praias, mas marca nega relação...

Barris de petróleo da Shell aparecem em praias, mas marca nega relação com vazamento

Barris de petróleo da Shell aparecem em praias, mas marca nega relação com vazamento 1
Crédito da Foto: divulgação/Adema

Alguns barris da marca Shell começaram a aparecer nas praias de Sergipe, um dos estados mais atingidos pela mancha de petróleo cru que tem poluído o litoral do Nordeste. Uma análise feita na sexta-feira (11/10) pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) concluiu que o óleo que estava dentro dos tambores encontrados é o mesmo da mancha.

Segundo a Administração Estadual do Meio Ambiente de Sergipe (Adema/SE), os primeiros barris foram encontrados no final de setembro. Com o resultado do estudo, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) cobrou explicações a Shell.

Em nota, a empresa informou que conteúdo original dos tambores não é o mesmo petróleo cru encontrado nas praias. “Trata-se de embalagens de lubrificante para embarcações, de um lote não produzido no Brasil. Vale ressaltar que o próprio adesivo em um dos tambores encontrados em Sergipe traz a data de 17/02/2019 […] e que a mancha de óleo cru que está atingindo o litoral começou a impactar a costa em setembro. Isso aponta para uma possível reutilização da embalagem em questão – reutilização esta que não foi feita pela Shell”.

A companhia informou ainda que não transporta óleo cru acondicionado em tambores em rotas transatlânticas. O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, comentou a recente descoberta. “Óleo venezuelano, em barril de lubrificante reutilizado, com navio “fantasma” em Bangladesh sem GPS … Deve ter caroço nesse angu ai…”, disse.