Início Destaque Baiano Hebert Conceição bate russo campeão mundial e vai pra final no...

Baiano Hebert Conceição bate russo campeão mundial e vai pra final no boxe

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Miriam Jeske/COB

Hebert Souza perdeu para o russo Gleb Bakshi na semifinal do Mundial de 2019. Quis o destino que os dois voltassem a se encontrar novamente numa semifinal. Desta vez, nos Jogos Olímpicos, o brasileiro fez a história ser diferente ao derrotar o atual campeão mundial e se classificar para a decisão da medalha de ouro na categoria até 75 kg.

“Estava um pouco tenso antes da luta, como sempre fico. Acho que temos que ter essa adrenalina, porque treinei muito com a minha equipe. Foi bom que consegui reverter mais essa revanche. Peguei uma chave muito dura, só tive lutas duríssimas”, comemorou Hebert Souza.

Apesar de enfrentar o atual campeão mundial, Hebert Souza não se intimidou. No primeiro round, quatro árbitros viram vantagem dele no combate e o mesmo aconteceu no segundo. No total, estava vencendo por 20 a 18 para três jurados, enquanto dois apontavam para o empate em 19 a 19.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Com a boa vantagem, restava a Hebert Souza controlar a luta nos três minutos finais para sair do ringue como finalista olímpico. Gleb Bakshi fez o que era possível e até foi superior no último round, mas não foi capaz de reverter o resultado. Quatro jurados deram a vitória para o brasileiro, dois por 30 a 27 e dois por 29 a 28, enquanto apenas um viu o russo como vencedor por 29 a 28.

Com a vitória sobre Gleb Bakshi, Hebert Souza, que vai enfrentar o ucraniano Oleksandr Khyzhiniak na final, é o segundo brasileiro classificado para disputar a medalha de ouro no boxe. A outra é Beatriz Ferreira, que enfrenta Kellie Harrington na decisão da categoria até 60 kg. Além dos dois, na categoria até 90 kg, Abner Teixeira ficou com a medalha de bronze ao perder na semifinal para o cubano Julio Cruz.

“A cada luta vamos ganhando mais confiança, o que faz toda a diferença. Seja o evento que for, sempre entro mais travado e, conforme vai passando o tempo, vou ganhando mais confiança. E estou muito seguro para fazer um bom trabalho na final e trazer mais uma medalha de ouro”, afirmou Hebert Souza.

O brasileiro de apenas 23 anos completa seu terceiro pódio em competições muito importantes. Bronze no Mundial, Hebert Souza foi prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019 e agora vai tentar o ouro nos Jogos Olímpicos contra o ucraniano Oleksandr Khyzhiniak.

Para chegar à decisão dos Jogos Olímpicos, Herbet Souza venceu o chinês Erbieke Tuoheta por 3 a 2 na estreia e depois superou o cazaque Abilkhan Amankul nas quartas de final também por 3 a 2 antes de enfrentar Gleb Bakshi na semifinal.

Hebert Conceição Souza começou a praticar boxe aos 14 anos de idade, e aos 15 já foi campeão de sua primeira competição. Natural de Salvador, na Bahia, o lutador da categoria até 75 kg entrou na seleção brasileira em 2017, aos 19 anos, no início do novo ciclo após a Olimpíada do Rio.