Início Bahia Autor de denuncia investigada na Operação Faroeste é assassinado

Autor de denuncia investigada na Operação Faroeste é assassinado

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Foto: reprodução redes sociais

O agricultor Paulo Antônio Ribas Grendene, 61 anos, foi morto a tiros na cidade de Barreiras. A vítima, segundo a associação de produtores local, informou em nota que a vítima denunciou à polícia que suas terras estavam sendo invadidas por pessoas ligadas aos investigados pela Operação Faroeste. As informações são do G1 Bahia;

Paulo Grendene foi atacado por dois homens encapuzados. A polícia já iniciou as investigações, através das imagens das câmeras de segurança da rua. Não foi informado se o crime tem relação com os envolvidos na Operação Faroeste.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

A Operação Faroeste começou no final de 2019, com a prisão de quatro advogados, o cumprimento de 40 mandados de busca e apreensão e o afastamento dos seis magistrados – entre eles o presidente do TJ-BA da época.

Autorizada pelo ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiçã, a operação apura um esquema de venda de decisões judiciais por juízes e desembargadores da Bahia, com a participação de membros de outros poderes. O esquema supostamente consistia na legalização de terras griladas no oeste do estado. As investigações da Faroeste tem continuídade em várias fases da operação. Com informações do G1 Bahia.