Início Destaque Atacante Walter é detido após mostrar arma de brinquedo a funcionários da...

Atacante Walter é detido após mostrar arma de brinquedo a funcionários da Eletrobrás


Por UOL

O atacante Walter se envolveu em uma confusão na tarde desta sexta-feira em Maceió-AL. O jogador do CSA foi detido por mostrar uma arma de brinquedo para dois funcionários da Eletrobras que foram à sua casa no bairro de Ponta Verde, área nobre na orla da capital alagoana, para fazer uma vistoria.

Os profissionais da companhia foram até a residência do jogador para desligar o fornecimento de energia elétrica. Walter desceu para averiguar o que estava acontecendo com a arma de brinquedo na mão e a mostrou aos agentes. Assustados, eles chamaram a polícia.

Após o incidente, o jogador foi encaminhado à Central de Flagrantes I de Maceió e tentou explicar o ocorrido. Ele disse que toda a situação não passou de um mal-entendido. Segundo ele, os funcionários se sentiram ameaçados, mas essa nunca havia sido a sua intenção. Alegou ainda que a sua conta de luz estava em dia, informação negada pela Eletrobras.

“No momento, ele pensou que eu tinha jurado ele, mas jamais. Quem me conhece sabe que jamais eu iria fazer isso. Foi uma coisa que aconteceu, mas é bom que a gente aprende. Quando a maré tá ruim, vem tudo de ruim. Minha luz estava certa, eles que estavam errados. Eu vou provar isso”, disse o atacante ao site TNH1 negando que tenha apontado a arma para os profissionais.

“Eu sempre desço, vou brincar com a minha arma. Sempre tive, gosto de brincar. Isso é mentira, mas eu estou bem de boa. Sei que não fiz nada de errado, estou com a consciência bem de boa. Sempre vem uma coisa para aprender”, completou.

O CSA e a assessoria de imprensa do atleta confirmaram que houve uma desavença com a Eletrobras, mas ainda aguardam mais informações para se manifestarem publicamente. Walter está afastado do time do CSA por causa de uma lesão no joelho esquerdo.

Foto: Reprodução/Uol

A Eletrobras divulgou uma nota oficial afirmando que os seus dois colaboradores foram ameaçados por Walter e que repudia este tipo de atitude.

Ameaça a colaboradores da Eletrobras

A Eletrobras Distribuição Alagoas informa que dois prestadores de serviço foram ameaçados na tarde desta sexta-feira (31) com uma arma, constatada posteriormente ser de brinquedo, ao realizarem uma suspensão de fornecimento de energia no apartamento do jogador Walter Henrique da Silva, localizado no bairro da Ponta Verde. O imóvel possuía fatura em atraso. Os eletricistas foram à Central de Flagrantes prestar os esclarecimentos necessários à Polícia.

A Eletrobras lembra que os clientes devem sempre observar as notificações descritas na fatura de energia. Eventuais faturas em aberto e o prazo para suspensão do fornecimento são informados na conta seguinte. A Eletrobras aponta ainda que o medidor de energia é propriedade da Distribuidora, e o acesso ao equipamento deve ser mantido livre e sem impedimentos para inspeções e outras ações dos técnicos da Empresa. A Eletrobras considera inadmissíveis ameaças a colaboradores e sempre atuará no combate desse tipo de atitude”.

O CSA também se manifestou e lamentou a exposição negativa a que o clube foi submetido.

“A direção do Centro Sportivo Alagoano lamenta o ocorrido com o atleta Walter Henrique da Silva, na tarde desta sexta-feira, pela exposição negativa da instituição. O clube informa que não é responsável pelos custos do aluguel dos atletas, tampouco de suas contas pessoais.

No momento estamos focados totalmente na partida contra o Boa Esporte, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, que acontece neste sábado, às 21h, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha-MG.

Na segunda-feira teremos uma reunião com o atleta e seus representantes e tomaremos as devidas providências”.