Início Camaçari Assessor parlamentar é baleado dentro de casa em Camaçari

Assessor parlamentar é baleado dentro de casa em Camaçari

Assessor foi baleado dentro de casa (Foto: Reprodução)

Por Correio 24h

Ainda de acordo com a família, o assessor parlamentar saiu para receber a dupla, que se apresentou. Logo em seguida, os homens alegaram estar com sede, solicitando ao morador um copo com água.

Segundo a mulher de Marcos, que preferiu não se identificar, os homens esperaram o assessor virar de costas e caminhar em direção ao interior da residência para, um deles, sacar uma arma e atirar no braço direito da vítima, próximo da axila.

O assessor, conta a esposa, ao perceber que havia sido baleado, tentou correr, mas acabou sendo alvejado mais uma vez na perna. A esposa, que estava na área de serviço da casa no momento do crime, se assustou com os disparos e os gritos do esposo, que caiu ferido no chão da sala.

A mulher conta ainda que chegou a se jogar na frente do marido para não deixar que os homens atirassem mais uma vez. Ela diz não se lembrar muito das características do suspeitos, mas afirma que os dois estavam de bonés e óculos escuros.

Filhos em casa

Dentro da residência onde o assessor caiu baleado estava os dois filhos dele, dois garotos, um de 7 e outro de 9 anos. Os meninos estavam dentro do quarto assistindo televisão, mas saíram após escutar os gritos do pai. “Ficamos desesperados”, lembra a mulher.

Ela disse que um dos homens acabou ficando preso por alguns segundos dentro da residência, após o outro suspeito conseguir fugir, batendo o portão do imóvel na saída. “Foi nesse momento que eu questionei o por quê dele atirar, mas ele não me respondeu nada”, lembra. Vizinhos contaram a família que os dois suspeitos chegaram à residência a pé, mas fugiram do local utilizando um veículo.

Marcos foi socorrido e encaminhado para o Hospital Geral de Camaçari (HGC) e depois transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, onde permanece internado. Durante a madrugada desta quarta-feira (24), o assessor permaneceu no centro cirúrgico, mas foi transferido para enfermaria no início da manhã.

Versão da vítima

Segundo informações do boletim de ocorrência registrado no Posto da Polícia Civil do HGE, Marcos disse ao chegar na unidade de saúde que, por ser muito popular, imaginou que os homens os conhecesse, embora nunca tivesse visto a dupla antes.

Marcos era assessor do vereador Pastor Neilton (PSB), mas estava afastado do cargo temporariamente, após participar da campanha do candidato a deputado estadual pelo PDT, Raimundinho da JR, e do Pastor Abilio Santana eleito como deputado pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS).

De acordo com a Polícia Civil, a delegada Thais Siqueira, titular 18ª Delegacia (Camaçari), solicitou a perícia no local do crime. Imagens de câmeras de segurança também devem ser usadas para ajudar à polícia a chegar aos suspeitos.

O caso, diz o órgão, não foi registrado pela família na delegacia da cidade. A Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) informou que não há informações sobre a autoria e a motivação do crime.