Início Brasil Assassinato de “Moa do Katendê” foi motivada por discussão política, conclui Polícia...

Assassinato de “Moa do Katendê” foi motivada por discussão política, conclui Polícia Civil


Por Aratu Online

Discussão política foi confirmada como a motivação da morte de Romualdo Rosário da Costa, o “Moa do Katendê”. O inquérito, concluído pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi encaminhado para o Ministério Público Estadual na segunda-feira (15/10). O autor foi preso em flagrante pela PM e confessou o crime.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), além do depoimento do autor da execução, Paulo Sérgio Ferreira de Santana, 36 anos, o dono do bar onde aconteceu o assassinato, na noite de domingo (7/10), entre outras testemunhas, confirmaram que posições políticas diferentes iniciaram a discussão.

Paulo Sérgio foi preso instantes depois do crime. Foto: divulgação/SSP

Após Romualdo anunciar o seu voto, Paulo pagou a conta no bar, foi até a sua residência, voltou ao estabelecimento e acertou o mestre de capoeira com 12 facadas pelas costas. Um primo de Moa do Katendê também acabou ferido.

CASO

O compositor, dançarino e capoeirista foi assassinado na madrugada de segunda-feira (8/10), na Avenida Vasco da Gama, próximo ao Dique do Tororó.

‘Moa do Katendê’, assassinado no domingo de eleição (7/10), em Salvador. Foto: Arquivo pessoal.

Uma guarnição da PM foi ao local e recebeu a denúncia de que o autor do crime teria fugido para um beco próximo. Lá os policiais encontraram um rastro de sangue até uma casa, onde prenderam o assassino escondido no banheiro.