Início Candeias Ariane Sodré recebe Medalha Tereza de Benguela da Prefeitura de Candeias

Ariane Sodré recebe Medalha Tereza de Benguela da Prefeitura de Candeias

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Foto: Ruann Araújo

Jovem defensora da representatividade da mulher negra na literatura, a autora candeense Ariane Sodré é agraciada com a Medalha Tereza Benguela. A condecoração é uma iniciativa da Prefeitura de Candeias, através Secretária de Cultura e Turismo (SECTUR), para homenagear mulheres negras que desempenharam um importante papel social na cidade.

A condecoração acontece nesta quinta-feira (29), na Biblioteca Municipal Dalila Baptista. Com 20 anos, Ariane é uma das mais jovens dentre as 50 condecoradas no projeto 1º Julho das Mulheres Negras.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Agradeço de forma humilde e sincera essa homenagem. Temos muitas mulheres negras fazendo trabalhos maravilhosos na nossa cidade. Estar entre uma das homenageadas é uma honra enorme para mim, entendo como reconhecimento do meu trabalho para fazer com que meninas negras, como eu, se sintam representadas e capazes de realizar seus sonhos mais ambiciosos, como eu fiz”, agradece a autora.

Ariane se destacou na sociedade candeense após lançar seu primeiro romance, o livro “Ah… Se Não Fosse Esse Verão”. A obra traz, mesclado a um romance juvenil, aspectos culturais e históricos da cidade de Candeias. E, com uma protagonista negra e moradora de Madre de Deus, o enredo garante representatividade.

Ariane é moradora do distrito de Passagem dos Teixeiras e de família de pedagogas. Mesmo com uma realidade humilde, a jovem sempre acreditou no poder da educação e no seu potencial para realizar seu sonho de ser autora. Agora ela já se prepara para lançar a continuação de seu livro e “continuar representando e inspirando outras meninas negras”.