Início Salvador Ambulante é preso após esfaquear cachorro na Estação da Lapa

Ambulante é preso após esfaquear cachorro na Estação da Lapa

Ambulante é preso após esfaquear cachorro na Estação da Lapa 1

Um homem foi detido depois de esfaquear um cachorro na Estação da Lapa, no Centro de Salvador, na tarde de terça-feira (11). De acordo com o boletim registrado na Central de Flagrantes, Joaquim Ferreira da Silva foi denunciado por testemunhas logo após golpear o pescoço do animal, identificado como ‘Rambo’, por volta das 16h.

O agressor foi detido em flagrante por uma guarnição do 18ª Batalhão da Polícia Militar (CIPM/Centro Histórico). Duas facas que estavam com o acusado foram apreendidas pela equipe da PM, sob comando do sargento Álvaro dos Reis Silva.

Rambo foi socorrido ainda no local e depois encaminhado para a clínica Diagnovet, no bairro do Rio Vermelho, onde passou por procedimentos cirúrgicos e passa bem. “Ele precisou ser suturado, porque a facada abriu o lugar”, explicou o veterinário Fernando Oliveira ao BNews. Na unidade veterinária o animal ainda passará por castração e tratamento contra carrapatos.

Ambulante é preso após esfaquear cachorro na Estação da Lapa 2

Ambulante é preso após esfaquear cachorro na Estação da Lapa 3

De acordo com testemunhas, Joaquim trabalha na região do Centro como vendedor ambulante e teria praticado a agressão após o cachorro pegar um dos produtos para brincar. “Ele vende uns brinquedinhos e joga no chão, quando algum cachorro vai brincar ele ‘pau'”, relatou o veterinário, com base nos relatos. Ainda segundo relatado, Rambo é o quarto cão agredido pelo ambulante. Um dos animais não resistiu e morreu

LIBERADO – Procurada, a assessoria da Polícia Civil informou que Joaquim Ferreira da Silva foi ouvido na Central de Flagrantes e assinou um Termo Circunstânciado de Ocorrência (TCO) – devido a infração ser considerada de menor potencial ofensivo. O ambulante foi liberado, porém, o procedimento será encaminhado para a Justiça e o acusado deverá ser convocado futuramente para audiência.

PROJETO – Quase que simultâneo ao caso, a Câmara dos Deputados aprovou, na tarde de ontem, o projeto de lei que aumenta a punição para casos de maus-tratos contra animais. A matéria, que prevê acréscimo de um sexto a um terço para a pena, segue para o Senado. A legislação atual considera esta modalidade de crime como de menor potencial ofensivo, com pena de três meses a um ano, podendo ser revertida em trabalhos sociais. Por: Vinícius Ribeiro | BNews